A Microsoft divulgou na segunda-feira (18) um novo serviço de streaming de vídeo voltado a empresas; um novo rival para o YouTube. O foco do produto, chamado Stream, é facilitar o compartilhamento de seu conteúdo para grupos menores, como equipes individuais em uma companhia, com ferramentas para facilitar o acesso, carregamento e visualização de vídeos, mas também possui opções para que eles sejam divulgados em outras plataformas e redes sociais.
Veja como funciona o Prime, streaming de vídeos da Amazon O Stream foi criado no Microsoft Azure e deve, eventualmente, substituir o Microsoft Office 365 como a plataforma de vídeo da Microsoft. O serviço está disponível apenas como preview, sem data oficial de lançamento, e qualquer pessoa que possua um e-mail empresarial pode se registrar.
Streaming da Microsoft é voltado a divulgar conteúdo em redes internas de empresas (Foto: Reprodução/Microsoft)
O Microsoft Stream (stream.microsoft.com) permite que usuários criem seus próprios canais e grupos de pessoas, facilitando o processo de upload, bastando arrastar o arquivo para o site. Os canais também podem ser individuais ou pertencer a grupos baseados em equipes ou tópicos. A plataforma será disponibilizada em vários dispositivos, como desktops e smartphones. Os usuários terão controle total sobre a disponibilidade do conteúdo, podendo determinar quem tem acesso a qual vídeo ou canal dentro de sua organização, além de oferecer curadoria de vídeos em destaque e buscas por hashtags. O objetivo da Microsoft é popularizar o...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.