Atualmente, remasters são bastante populares no PS4, Xbox One e Nintendo Wii U , dando oportunidade dos novos jogadores conhecerem games de gerações passadas. No entanto, a popularização do termo têm confundido usuários a respeito de outras formas de relançamento como remakes e retrocompatibilidade. Veja a diferença entre cada um deles. Resident Evil HD Remaster: confira dicas para mandar bem no jogo O que é um Remaster? A principal característica de um remaster, ou remasterização, é que ele traz o relançamento de um jogo levemente melhorado para alta definição. Normalmente são títulos da geração passada, mas podem ser um pouco mais antigos. A estrutura do game em si não é alterada, nada é refeito, apenas sua resolução é adaptada para televisões mais novas.
Uncharted: The Nathan Drake Collection remasterizou a série do PS3 para PlayStation 4 (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular Os remasters surgiram ainda no PS3 e Xbox 360, os primeiros consoles compatíveis com televisões de alta definição a 720p e 1080p. Antes deles, videogames como o PlayStation 2, GameCube, Xbox (original) e Nintendo Wii eram projetados para exibir seus gráficos em televisões de tubo, com resolução de 480i. Nas televisões mais modernas o visual dos jogos ficava feio e gerou demanda pelos remasters. Por serem jogos mais antigos, remasters costumam reunir vários capítulos de uma franquia em formato de coletânea para agregar valor. Também é comum que todos os DLCs que originalmente foram vendidos separadamente sejam disponibilizados gratuitamente nas remasterizações. Muitos remasters apenas adaptam a resolução do game, mas algumas empresas fazem um esforço extra, como no caso da Nintendo com The Legend of Zelda: The Wind Waker HD. Além dos gráficos melhorados, o game teve mudanças em seu design com a introdução de um novo item que deixava as viagens de barco mais rápidas e um trecho de caça à "Triforce" que foi simplificado, duas reclamações dos fãs sobre o jogo original.
Assassin’s Creed: The Ezio Collection é um exemplo de remaster no qual os gráficos ficaram piores (Foto: Reprodução/Rafael Monteiro)
Ocasionalmente, as remasterizações ficam piores que os originais. Algumas vezes efeitos utilizados no PlayStation 3 e Xbox 360 não são bem convertidos para o PS4 e Xbox One. Recentemente isso aconteceu com Assassin’s Creed: The Ezio Collection. Uncharted: The Nathan Drake Collection, Batman: Return to Ark...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.