O LG K4 (2017) é um dos celulares mais básicos da LG, voltado para quem quer verdadeiramente economizar. Lançado no Brasil em fevereiro pelo preço sugerido de R$ 699, o smartphone voltou a ganhar destaques nas últimas semanas graças a uma promoção de uma operadora de telefonia. Na oferta, o cliente compra o LG K4 Novo (como também é chamado) e leva também um plano Controle com 2 GB de Internet e 500 minutos de ligações. O conjunto sai por R$ 79 mensais durante um ano, totalizando R$ 948.

O LG K4 Novo roda Android 6.0 Marshmallow e tem tela de 5 polegadas. O destaque vai para a câmera frontal de 5 MP e para a compatibilidade com internet móvel 4G. Se você está na dúvida se vale a pena ou não comprar o LG K4 Novo, o TechTudo traz os prós e contras do modelo nas linhas a seguir.

No ano passado, os celulares com preço de até R$ 1 mil foram os mais vendidos no Brasil. Apesar de a faixa de preço ainda dominar o mercado, os aparelhos mais baratos estão perdendo espaço para modelos mais caros. O relatório da consultoria Kantar foi divulgado com exclusividade pelo TechTudo.

PONTOS POSITIVOS

1. Tela grande

O LG K4 Novo tem display de 5" com tecnologia IPS LCD, que evita imagens tremidas e aumenta o ângulo de visão. O modelo promete oferecer uma boa área para leitura, visualização de fotos e vídeos, além do uso convencional em jogos e aplicativos. Isso, claro, sem se tornar um modelo difícil de segurar ou operar com uma mão como os celulares de 5,5'' ou mais, cada vez mais comuns nas lojas.

O smartphone é ainda um dos modelos com cinco polegadas mais baratos disponíveis nas lojas brasileiras, levando-se em conta os descontos oferecidos no varejo online. Portanto, se você quer economizar e comprar um telefone grande, o K4 Novo pode ser uma boa opção.

2. Câmera frontal de 5 MP

Com a popularidade das selfies, o LG K4 (2017) não deve fazer feio em sua faixa de preço. O celular traz um sensor frontal de 5 megapixels com gravação de vídeos em HD (720p). Além disso, o modelo conta com a função Quick Selfie para captura de imagens a partir de gestos em frente à câmera, evitando que o usuário tenha que ficar pressionando botões na tela.

LG K4 tem tela de cinco polegadas, Android 6 e entrada para dois chips (Foto: Ana Marques/TechTudo)

... xmlns="//www.w3.org/2000/svg" width="13.5px" height="11.25px" viewbox="0 0 13 12"> LG K4 tem tela de cinco polegadas, Android 6 e entrada para dois chips (Foto: Ana Marques/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no seu celular

3. Aceita cartão de memória

O LG K4 Novo traz uma entrada para microSD de até 32 GB, o que deve soar como música aos ouvidos dos usuários que querem ter o conforto para carregar muitas fotos e músicas no celular. O recurso, aliás, permite que a pessoa transfira alguns dados de um telefone antigo para o novo sem usar o computador e reaproveitando ainda o seu cartão de memória antigo.

4. Dual-chip

A função dual-chip permite que o usuário tenha números de duas operadoras diferentes no mesmo smartphone. Assim, é possível economizar na hora de ligar para amigos e familiares com serviços de diferentes empresas. Outra possibilidade é usar um contato para o trabalho e outro pessoal em um mesmo lugar, diminuindo a quantidade de aparelhos na bolsa ou mochila, por exemplo.

PONTOS NEGATIVOS

1. Ficha técnica modesta

O LG K4 (2017) tem um processador Mediatek quad-core de 1,1 GHz e memória RAM de 1 GB. Esse conjunto deve dar conta apenas de tarefas mais modestas, como navegação na internet, troca de mensagens no WhatsApp e também uso de aplicativos sociais, como o Facebook e o Instagram. Desse modo, o celular não é indicado para usuários que estão à procura de um telefone para o uso de jogos ou de aplicativos mais pesados, como editores de vídeos e fotos.

LG K4 (2017) tem processador quad-core de 1,1 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de memória interna (Foto: Divulgação/LG)

LG K4 (2017) tem processador quad-core de 1,1 GHz, 1 GB de RAM e 8 GB de memória interna (Foto: Divulgação/LG)

Outro ponto negativo é a memória interna de apenas 8 GB, que ainda é compartilhada com o sistema operacional. Embora a LG não especifique em seu site a quantidade de armazenamento livre, a tendência é que o usuário consiga guardar muito poucos arquivos pessoais e aplicativos no próprio telefone. Com isso, torna-se quase obrigatória a compra de um cartão de memória para carregar mais fotos e vídeos.

2. Pouca capacidade de bateria

O LG K4 traz uma bateria de 2.410 mAh, que tende a obrigar o usuário a andar sempre com o carregador de tomada ou externo na bolsa. Se considerarmos o tamanho da tela, o telefone deixa a desejar inclusive perante a outros concorrentes com displays similares, como o Moto G 4 Play, que tem 2.800 mAh. Felizmente, o fato de o componente poder ser removido pode compensar para quem prefere ter uma bateria extra carregada guardada na bolsa.

3. Android desatualizado

Mesmo com lançamento em 2017, o LG K4 Novo vem com o Android 6.0 Marshmallow de 2015. Além disso, dado o hardware modesto do modelo, as chances de atualização para o Android 8, anunciado recentemente pelo Google, tendem a ser baixas. Assim, o usuário deixa de aproveitar recursos como uma economia de energia melhorada e multijanelas, principais destaques da nova versão do sistema.

LG K4 Novo é o mais básico da linha 2017 (Foto: Divulgação/LG)

LG K4 Novo é o mais básico da linha 2017 (Foto: Divulgação/LG)

4. Tela com baixa resolução

Embora a tela agrade pelo seu tamanho, o fato de o LG K4 (2017) ter uma resolução abaixo da HD (1280 x 720 pixels) deve prejudicar a experiência do usuário. O aparelho traz apenas 854 x 480 pixels e uma densidade de 195 pixels por polegada (ppi). Em outras palavras, isso significa que o usuário tende a enxergar uma imagem menos nítida na reprodução de filmes e séries, e também a ver mais os pixels no display, especialmente durante a leitura.

Lenovo Vibe C2, LG K4 ou Zenfone Go Live: qual o melhor celular? Comente no Fórum do TechTudo.



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.