Depois do lançamento contido dos primeiros processadores de oitava geração para notebooks, a Intel revelou os primeiros modelos dos Core i3, i5 e i7 voltados para desktops. Entre os destaques, os novos chips oferecem performance superior em até 200%, se comparados com produtos da Intel de três anos atrás e começam a mostrar efeitos da concorrência mais acirrada com os novos produtos da rival AMD. A seguir, você irá conhecer a nova geração de processadores da Intel em maiores detalhes e descobrir se o upgrade vale à pena para você.
Intel apresenta processadores de 8ª geração para desktops com ganho de até 45%
Ganhos em performance
Oitava geração conta com seis modelos para desktops (Foto: Divulgação/Intel) Como testes independentes dos novos processadores ainda vão demorar algumas semanas para mostrarem a verdade, no momento só existem números oficiais da Intel, comparando-os com seus outros modelos. Segundo a marca, os novos i7 8700K, top de linha entre os produtos da oitava geração lançados até aqui, oferecem ganhos de 25% em taxas de frames por segundo no jogo Gears of War 4, quando comparados com seu antecessor direto, o i7 7700K. Outra medida interessante fortalece a ideia de que a Intel entendeu o recado dado pela AMD e seus Ryzen. O novo 8700K é 45% mais rápido em atividades intensas de multitarefas, como jogar e transmitir a partida ao vivo, por exemplo. O número mais impressionante revelado pela Intel é que os chips de oitava geração podem oferecer até 200% mais performance do que processadores da marca de três anos atrás.
Muito mais núcleos
Aumento de núcleos se repete também entre processadores para notebooks (Foto: Divulgação/Intel) Reflexos do lançamento bem-sucedido dos processadores Ryzen da AMD, podem ser percebidos na oitava geração da Intel. Os novos produtos da marca ganharam mais núcleos para se igualar as CPUs da AMD que, com perfil multicore melhor, conquistaram índices de performance até superiores que produtos da Intel na mesma faixa de preço. Por conta disso, os novos processadores de ultrabooks deixaram de ser dual-core, passando a contar com quatro núcleos. O novo i3 gamer da oitava geração também abandonou o design dual-core em favor de um desenho quad-core. Os novos i5 passam a oferecer seis núcleos, enquanto que espera-se o i7 com seis e oito núcleos.
Nos notebooks A mesma tendência de aumento da contagem de núcleos pode ser vista nos notebooks. As unidades de oitava geração de laptops passam a dispor de quatro n...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.