O Twitter anunciou nesta terça-feira (7) que está oficialmente aumentando o limite de 140 caracteres para 280. Testado em setembro com um número restrito de pessoas, usuários em qualquer idioma — exceto japonês, coreano e chinês — tiveram a oportunidade de ver como funcionavam os tweets de até 280 caracteres. Uma gambiarra, no entanto, permitia que usuários fora do grupo selecionado pudessem criar tweets com mais letras. "Estamos entusiasmados em compartilhar que vamos liberar a mudança para todos os idiomas", informou o microblog no início da noite.
Segundo o Twitter Brasil, o novo limite começou a ser liberado hoje para todos os usuários e deve chegar aos poucos nas contas também de usuários brasileiros. Ainda de acordo com o Twitter, durante os primeiros dias do teste, muitas pessoas usaram todo o limite completo de 280 caracteres porque se tratava de uma novidade. Entretanto, logo após, o comportamento foi normalizado, mantendo as características do Twitter que usa "microposts" — a maioria das vezes bem curtos.
Twitter (Foto: Melissa Cruz/TechTudo) Historicamente, 9% dos tweets em inglês e 3,5% dos tweets em português atingem o limite de 140 caracteres. O microblog entende que isso reflete o desafio de adequar um pensamento a um tweet, um espaço tão pequeno de expressão. "Isso reflete o desafio de encaixar um pensamento em um Tweet, muitas vezes resultando em muito tempo gasto na edição e até mesmo na desistência de publicação", completa o microblog. Com a contagem de caracteres expandida, esse problema foi massivamente reduzido — o número caiu para apenas 1% dos tweets que usam todo o limite, agora, de 280 caracteres. A rede social acredita que, com isso, as pessoas devem passar menos tempo editando tweets. O gráfico abaixo mostra essa mudança de comportamento em "estourar o limite".
Total de tweets que superam o máximo de caracteres reduziu (Foto: Divulgação/Twitter)
Durante o período de testes, apenas 5% dos tweets enviados tinham mais de 140 caracteres e apenas 2% tinham mais de 190 caracteres. O Twitter afirma que, com base nesses números, é possível que a introdução de tweets maiores não mude a quantidade de posts que o usuário vai visualizar na sua timeline. "A experiência dos usuários na leitura da linha de tempo não deve mudar substancialmente", garantem. A rede social dá o exemplo de tweets com fotos e vídeos, que ocupam bem mais espaço do que tweets apenas de texto com 280 caracteres.
Mais engajamento Além de mais espaço para escrever...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.