Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Google disponibilizou nesta semana uma atualização para o Android que corrige a falha de segurança no Wi-Fi. Conhecido como KRACK, o erro atinge o protocolo WPA2, permitindo que os dados trocados entre os dispositivos dentro de uma mesma rede sejam interceptados.

No entanto, o update ainda deve demorar para chegar à maioria dos usuários . Neste primeiro momento, apenas os smartphones Pixel ou os que recebem a atualização direto do Google vão ser atualizados. As fabricantes ainda não informaram quando deve lançar a correção para os seus aparelhos.

KRACK permite burlar o protocolo WPA2 (Foto: Reprodução/TechTudo) (Foto: TechTudo)KRACK permite burlar o protocolo WPA2 (Foto: Reprodução/TechTudo) (Foto: TechTudo)

KRACK permite burlar o protocolo WPA2 (Foto: Reprodução/TechTudo) (Foto: TechTudo)

O KRACK, ou Key Reinstallation Attack, foi descoberto em outubro por pesquisadores da Universidade Católica de Leuven, da Bélgica. A falha foi informada aos fabricantes com dispositivos Wi-Fi antes de ser anunciada ao público e provocou uma corrida atrás de uma solução.

A vulnerabilidade atinge o handshake (aperto de mão, em português). Em uma conexão Wi-Fi com WPA2, quando dois dispositivos se conectam eles criam uma chave criptografada única. Um hacker mal intencionado poderia explorar a brecha, quebrar a criptografia e conseguir interceptar os dados trocados pela rede.

A Microsoft foi uma das primeiras empresas a disponibilizar correção, lançando um patch de segurança no dia 10 de outubro para as versões do Windows - a partir do Windows 7 -, antes mesmo do KRACK ser divulgado. Dispositivos da Apple só foram atualizados na semana passada. O erro também atingiu roteadores.

Com o novo patch de segurança desta segunda-feira, o Google também corrigiu o problema. Porém, ainda não há uma data específica para que as outras fabricantes entreguem a atualização para os usuários, já que cada uma segue um cronograma diferente.

Embora não se tenha notícia de que a vulnerabilidade foi usada em um ataque, a recomendação, neste caso, é ter mais cautela como utilizar VPN e apenas sites com o protocolo Https. Você pode conferir mais dicas de como se proteger da falha que atinge o Wi-Fi.

Com informações: Google

Bateria do iPhone melhorou com o iOS 11.1? Leitores esclarecem no TechTudo Fórum

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.