Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Um menino de dez anos e sua mãe gravaram um vídeo para provar que o recurso de Face ID do iPhone X não é tão seguro quanto prometido. No filme, divulgado no YouTube, Ammar Malik, que possui traços semelhantes aos de sua responsável, Attaullah Malik, consegue desbloquear o aparelho através do sistema de reconhecimento facial sem qualquer dificuldade.

Apple admite que o sistema de reconhecimento facial do iPhone X pode se confundir com familiares (Foto: Reprodução/ YouTube)Apple admite que o sistema de reconhecimento facial do iPhone X pode se confundir com familiares (Foto: Reprodução/ YouTube)

Apple admite que o sistema de reconhecimento facial do iPhone X pode se confundir com familiares (Foto: Reprodução/ YouTube)

Em um primeiro momento, Attaullah mostra o aparelho bloqueado e efetua o desbloqueio através da biometria. Em seguida, passa o dispositivo para o filho, que repete o procedimento com êxito, sem qualquer dificuldade. O menino ainda celebra o fato com uma dancinha da vitória. Para tentar solucionar o problema, a responsável recadastrou as informações. No entanto, bastaram apenas três tentativas para que Ammar voltasse a ter acesso ao iPhone X de sua mãe.

De acordo a Wired, a própria Apple reconhece que o sistema de reconhecimento facial pode se enganar em relação a pessoas da mesma família, principalmente no caso de gêmeos idênticos, e recomenda que, em casos como esses, seja adicionada uma etapa extra de segurança, como um código de acesso.

Assista ao vídeo a seguir:

Face ID em xeque

Hackers vietnamitas também comprovaram ser possível enganar o Apple ID. No entanto, para isso, apresentaram uma solução bastante complexa: obter um escaneamento digital detalhado dos rostos das vítimas e, então, produzir, através de impressoras 3D, máscaras em silicone, plástico e papel, cobertas de maquiagem.

Logo após o lançamento do aparelho, não foram poucas as pessoas que tentaram ludibriar o sistema em testes exibidos na internet. E poucos obtiveram sucesso. Um deles, na realidade, foi um caso inverso, no qual o iPhone X não conseguiu reconhecer o usuário cadastrado. Um artista que se apresenta como a drag queen maquiou-se, como faz para os seus shows, e depois não conseguiu desbloquear o aparelho usando a biometria facial.

Com informações: Wired e Mashable

iPhone X vale a pena? Comente no Fórum TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.