Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

O Dia Internacional da Mulher de 2018 é o tema do doodle do Google já nesta quarta-feira (7). A data é comemorada tradicionalmente no dia 8 de março no mundo todo. O buscador convidou 12 mulheres artistas de diversos países e culturas para criar as logos comemorativas. Entre as colaboradoras está a cartunista brasileira Laerte Coutinho, famosa por títulos como Piratas do Tietê e Overman. A história, intitulada "Love", fala sobre a relação de uma personagem transsexual com o amor.

O usuário pode interagir e acompanhar em cada arte, uma história. As narrativas falam sobre as experiências pessoais das artistas enquanto mulheres. Segundo a empresa, a ideia é celebrar a vida de pessoas comuns ao redor do mundo.

Outras narrativas do doodle tratam de temas como relação entre mãe e filha, mulheres que assumem papéis típicamente atribuído a homens e envelhecimento. As demais artistas convidadas são Anna Haifisch, Chihiro Takeuchi, Estelí Meza, Francesca Sanna, Isuri, Karabo Poppy Moletsane, Kaveri Gopalakrishnan, Philippa Rice, Saffa Khan, Tillie Walden, Tunalaya Dunn.

No Dia da Mulher, é comum ver mensagens e frases de homenagem entre os conteúdos compartilhados em redes sociais. O doodle também encoraja mulheres a contar a própria história por meio da hashtag #HerStoryOurStory no Facebook, Instagram e Twitter.

Brasileira Laerte Coutinho contribuiu com doodle do Google (Foto: Laerte Coutinho/Google)Brasileira Laerte Coutinho contribuiu com doodle do Google (Foto: Laerte Coutinho/Google)

Brasileira Laerte Coutinho contribuiu com doodle do Google (Foto: Laerte Coutinho/Google)

Como surgiu o Dia Internacional da Mulher?

O Dia Internacional da Mulher teve início nos primeiros anos da década de XX, quando mulheres de todo o mundo organirazam protestos contra as más condições de trabalhos às quais eram submetidas. A situação era grave e resultou na morte de centenas de trabalhadoras durante um incêndio em uma fábrica em Nova York.

Além disso, a data marca protestos de mulheres russas ocorridos durante um domingo que, no calendário gregoriano, equivalia ao dia 18 de março de 1917. A reivindicação culminou no direito ao voto para as cidadãs do país. Em 1975, a Organização das Nações Unidas reconheceu a data oficialmente.

Via Google Doodles e ONU

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.