Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Quando a prévia de desenvolvedores do Android P foi anunciada esta semana, um dos novos recursos que mais chamaram a atenção foi o suporte ao Wi-Fi Round-Trip-Time. A tecnologia em si não chega a ser uma novidade, mas o seu uso no smartphone pode abrir um leque de possibilidades bastante interessante. Isso porque o Wi-Fi RTT, como é mais conhecido, pode dar uma localização precisa em ambientes fechados, coisa que o GPS não faz muito bem. Entenda melhor como vai funcionar o Wi-Fi RTT no novo sistema para smartphones do Google.

Android P vai ser lançado no Google I/O, em maio (Foto: Divulgação/Google)Android P vai ser lançado no Google I/O, em maio (Foto: Divulgação/Google)

Android P vai ser lançado no Google I/O, em maio (Foto: Divulgação/Google)

O que é Round-Trip-Time?

O conceito de Round-Trip-Time é bastante utilizado na telecomunicação. Na prática, ele mede o tempo de resposta entre um emissor de sinal e um receptor para determinar a distância. Quando há a triangulação entre um conjunto de antenas e um receptor, é possível determinar em qual local o dispositivo está.

Como vai funcionar no Android P

O Wi-Fi RTT trabalha de forma parecida. Se houver apenas uma rede Wi-Fi, o aplicativo que usar o recurso poderá medir a distância do celular para o ponto de acesso – o roteador, por exemplo. Se três ou mais redes forem visualizadas, o app poderá identificar a localização geográfica do smartphone. A precisão gira em torno de 1 a 2 metros, muito melhor em relação ao GPS usado atualmente, que traz uma margem de erro de cerca de 5 metros.

Da mesma maneira que o smartphone já consegue identificar pontos de acesso que estão próximos, não será necessário que o celular se conecte a qualquer uma dessas redes. É preciso apenas que o Wi-Fi esteja ligado.

Wi-Fi RTT vai melhorar navegação em locais fechados, como shoppings ou prédio (Foto: Divulgação/Google)Wi-Fi RTT vai melhorar navegação em locais fechados, como shoppings ou prédio (Foto: Divulgação/Google)

Wi-Fi RTT vai melhorar navegação em locais fechados, como shoppings ou prédio (Foto: Divulgação/Google)

Como relata o portal Android Police, o recurso estará ligado ao sistema de localização do Android. Ou seja, será possível selecionar os aplicativos que podem usar a função, assim como desabilitá-lo quando não estiver em uso – uma forma de trazer mais privacidade ao usuário. O único problema é que o smartphone deverá ter um hardware compatível. Ou seja, nem todos os aparelhos poderão desfrutar dos benefícios do Wi-Fi RTT.

Como pode ser usado

Com o sistema oferecendo uma localização mais precisa, é possível explorar uma série de opções que antes não era possível. Por comando de voz, por exemplo, será possível dizer ‘ligue esta luz’ e o app saberá em qual cômodo o usuário está para acender a lâmpada correta. Dessa maneira, o usuário pode automatizar tarefas domésticas com mais precisão.

O recurso também pode ser utilizado de outras formas, como navegação em ambientes fechados e estratégias de marketing. Basta o usuário ter um smartphone compatível com Android atualizado para que estes meios sejam acessíveis.

Quais modelos recentes de celular têm Android puro? Descubra no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.