Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

PC gamer esquentando muito pode ser sinônimo de dor de cabeça, com travamentos e outros problemas. O usuário pode ter até prejuízo, pois o calor exagerado é capaz de provocar danos nos componentes. Em relação à máquina para jogos, a situação é ainda mais delicada – longas horas de games atuais provocam mais calor.

Um dos sintomas de que a temperatura está saindo do controle são pequenas travadas durante a diversão. Por conta desses fatores, é importante ficar por dentro de dicas e boas práticas para aumentar a eficiência do seu computador e evitar o aquecimento excessivo.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Confira dicas para deixar o computador mais rápido sem instalar nada

Confira dicas para deixar o computador mais rápido sem instalar nada

1. Mantenha o gabinete fechado

Em geral, gabinetes de qualidade são cuidadosamente desenhados para garantirem uma boa circulação de ar quando fechados. O objetivo é que ventoinhas e exaustores façam seu trabalho com maior eficiência, ou seja, os componentes puxam o ar frio das partes mais baixas da CPU e liberam o ar quente pelas saídas mais altas.

Gabinetes para máquinas gamer são desenhados para ficarem fechados (Foto: Divulgação/MSI)Gabinetes para máquinas gamer são desenhados para ficarem fechados (Foto: Divulgação/MSI)

Gabinetes para máquinas gamer são desenhados para ficarem fechados (Foto: Divulgação/MSI)

2. Use ferramentas de monitoramento

Diferentes sistemas operacionais e fabricantes terão ferramentas distintas, mas há alguns softwares gratuitos universais, como o AIDA64. O aplicativo permite mapear as temperaturas de todo o computador, com leituras de cada um dos sensores térmicos atualizadas a cada segundo. Além disso, a ferramenta pode salvar registros para que você tenha uma ideia se uma sucessão de desligamentos e travamentos misteriosos estão sendo provocados pela temperatura.

3. Sistema e drivers atualizados

Drivers atualizados são essenciais (Foto: Divulgação/Nvidia)Drivers atualizados são essenciais (Foto: Divulgação/Nvidia)

Drivers atualizados são essenciais (Foto: Divulgação/Nvidia)

É importante que você use um sistema operacional atualizado e que tenha também os drivers em dia. Atualizações de drivers e partes do sistema podem corrigir problemas de superaquecimento ao racionalizar o acionamento de processador e GPU, dois componentes extremamente sensíveis à geração de calor.

4. Considere uma boa pasta térmica

Pasta térmica de qualidade pode representar ganho de alguns graus (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)Pasta térmica de qualidade pode representar ganho de alguns graus (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)

Pasta térmica de qualidade pode representar ganho de alguns graus (Foto: Felipe Alencar/TechTudo)

Embora existam alguns mitos a respeito do composto, é inegável que uma boa pasta térmica contribui positivamente para baixar a temperatura em alguns graus. Os ganhos podem ser ainda mais expressivos caso a pasta que está instalada nos componentes do seu computador já tenha alguns anos de vida. Com a ação do calor, o composto vai ressecando e tende a perder a eficiência.

5. Uma boa limpeza pode ser o segredo

Poeira pode acabar obstruindo o dissipador de calor (montado abaixo do cooler), algo que prejudica a eficiência na hora de refrigerar a CPU (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)Poeira pode acabar obstruindo o dissipador de calor (montado abaixo do cooler), algo que prejudica a eficiência na hora de refrigerar a CPU (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

Poeira pode acabar obstruindo o dissipador de calor (montado abaixo do cooler), algo que prejudica a eficiência na hora de refrigerar a CPU (Foto: Filipe Garrett/TechTudo)

É natural que, com o tempo, o computador acabe acumulando poeira e detritos. A questão é que um volume muito grande de poeira dentro do gabinete pode interromper a circulação de ar e, em casos extremos, provocar superaquecimento se acabar entupindo os espaços entre as aletas dos difusores de calor.

Essas peças são criadas para aumentar a área de contato do processador com o ar – por isso têm tantas aletas e reentrâncias. Caso a poeira cubra essas superfícies, há uma queda sensível na capacidade dos dissipadores liberarem calor.

6. Considere investir em um cooler de qualidade para a CPU

Coolers de alta performance - como o Wraith da AMD - podem ser uma solução se a sua manutenção está em dia (Foto: Divulgação/AMD)Coolers de alta performance - como o Wraith da AMD - podem ser uma solução se a sua manutenção está em dia (Foto: Divulgação/AMD)

Coolers de alta performance - como o Wraith da AMD - podem ser uma solução se a sua manutenção está em dia (Foto: Divulgação/AMD)

Além das precauções anteriores, que podem ser consideradas dicas de manutenção preventiva, você pode pensar em colocar a mão no bolso para combater o calor excessivo. Nesse sentido, há soluções para todos os gostos e preços: você pode comprar uma ventoinha específica de 120 mm para usar como exaustora do seu gabinete, caso ele já não possua uma.

Outra ideia é considerar o investimento em um cooler para o seu processador. Em geral, os modelos que são vendidos com as CPUs atendem bem às necessidades mais triviais de uso. No entanto, eles podem deixar a desejar em máquinas de quem faz overclock e em PCs usados em ambientes com ar mais quente – que, aliás, são bens comuns no Brasil.

7. Cuidado com a relação de forças entre coolers

Coolers de admissão e de exaustão precisam ser dimensionados adequadamente (Foto: Pedro Cardoso/TechTudo)Coolers de admissão e de exaustão precisam ser dimensionados adequadamente (Foto: Pedro Cardoso/TechTudo)

Coolers de admissão e de exaustão precisam ser dimensionados adequadamente (Foto: Pedro Cardoso/TechTudo)

Se seu gabinete não possui coolers de admissão e exaustão, pode ser interessante pensar em instalar um conjunto. Em geral, é comum usar uma ventoinha na parte dianteira do gabinete, que fica encarregada de soprar ar frio para dentro do PC. Na parte de trás, no topo do gabinete, outro fan gira em sentido contrário com a tarefa de expulsar o ar quente. Dependendo do design interno do seu cooler, da limpeza e da organização dos cabos para não obstruir a circulação de ar, essa técnica pode ter um grande impacto.

Entretanto, você precisa ter cuidado com a capacidade do soprador e do exaustor. Se na parte dianteira for instalado um cooler de 80 mm e na traseira um de 120 mm, é possível que você crie uma área de pressão negativa dentro do computador – ou seja, contribuindo para uma má circulação de ar e, consequentemente, piorando a situação.

8. Parta para o resfriamento líquido

Mais agressivos e eficientes, sistemas líquidos reduzem bastante o calor e não fazem barulho, como os coolers (Foto: Divulgação/Cooler Master)Mais agressivos e eficientes, sistemas líquidos reduzem bastante o calor e não fazem barulho, como os coolers (Foto: Divulgação/Cooler Master)

Mais agressivos e eficientes, sistemas líquidos reduzem bastante o calor e não fazem barulho, como os coolers (Foto: Divulgação/Cooler Master)

Imagine a situação: você tem componentes de boa qualidade, tem certeza da integridade da pasta térmica e faz tudo certo do ponto de vista da manutenção, mas mesmo assim o calor não dá trégua. Nesse caso, talvez seja interessante pensar em um sistema de refrigeração líquida.

Mais caros, mas muito mais eficientes, esses sistemas circulam um líquido refrigerante pelo gabinete. Dessa forma, eles atingem uma eficiência muito maior na troca de calor do que aquela que é possível por meio dos tradicionais coolers.

9. Memória RAM também esquenta

Memórias RAM para gamers chegam com dissipador de calor de fábrica (Foto: Divulgação/Kingston)Memórias RAM para gamers chegam com dissipador de calor de fábrica (Foto: Divulgação/Kingston)

Memórias RAM para gamers chegam com dissipador de calor de fábrica (Foto: Divulgação/Kingston)

Memórias também produzem calor e estão sujeitas a perderem eficiência se esquentarem demais. No entanto, você só deve se preocupar com isso se identificar erros típicos associados ao mal funcionamento da RAM ou se fizer overclock nos seus módulos. Nesse caso, pode ser interessante instalar dissipadores próprios para pentes de memória.

Computador está esquentando muito? Veja dicas para resolver no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.