Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Intel


1. Velocidade máxima

O salto evolutivo proporcionado pela Oitava geração Intel® Core™ de processadores fica especialmente visível quando se compara a velocidade de desempenho: duas vezes maior que a de processadores de máquinas com cinco anos de uso. Ela permite executar tarefas com rapidez inédita e mergulhar em entretenimento e conectividade de última geração. O Core i7-8700K, por exemplo, alcança 4,7 GHz de frequência turbo de núcleo único. É a melhor marca já registrada por um processador. Em notebooks, o Core i7 8650U chega a 4,2 GHz.

2. Muitos núcleos

Quanto mais núcleos tem um processador, mais rápido ele opera. Ainda mais quando cada um deles atua em duas tarefas simultâneas, graças à funcionalidade Intel Hyper-Threading. Na Oitava geração Intel® Core™, são quatro núcleos para laptops, o dobro do comum. E mais: a nova linha i5 oferece seis núcleos, enquanto o novo Core i9-7980XE atua com ainda mais núcleos – são 18.

3. Suporte para carga

Mais núcleos e mais velocidade garantem também maior capacidade para lidar com arquivos pesados. Com a Oitava geração de processadores, vai ser até 32% mais rápido editar vídeos 4K em 360º, o que representa um enorme ganho de tempo para quem trabalha com criação de conteúdo em imagens.

4. Vídeos e jogos poderosos

Quando o assunto é a taxa de quadros por segundo, o desempenho da Oitava geração é até 25% maior na comparação com a sétima. Isso significa mais conforto para curtir os jogos favoritos, a 720P, com os gráficos UHD Intel®. Os novos processadores também permitem lidar com até quatro placas de vídeo, com resolução total de 12K – ou seja, é possível jogar, gravar as partidas e transmiti-las ao vivo, utilizando até quatro telas simultâneas.

5. Perfeito para notebooks

Com a Intel, a distância de desempenho entre desktops e notebooks fica menor. A Oitava geração de processadores inclui produtos poderosos para computadores portáteis, de forma que eles se aproximam dos aparelhos fixos. O Core i9-8950HK, por exemplo, é o primeiro modelo de sua família a ser lançado para portáteis. Ele tem seis núcleos e frequência de 4,8 GHz em boost.

6. Econômico e resistente

Os novos processadores permitem aumentar o desempenho de produtividade em até 40%, na comparação com a sétima geração da série U. Isso representa um grande aumento da autonomia da bateria, que, para PCs, pode durar por até 10 horas.

7. Preparado para overclock

Entre os processadores da Oitava geração, os modelos “K” são preparados para overclock, o uso além do desempenho originalmente previsto. É mais um reforço para quem precisa de velocidade para execuções de atividades multitarefa com arquivos de grandes volumes.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.