Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Raquel Freire, para o TechTudo


O Google lançou oficialmente o Chromecast 3 nesta terça-feira (9). A terceira geração do dongle HDMI chega com inovação no acabamento, agora mate e disponível nas cores branca (chalk) e preta (charcoal). Fora isso, não há grandes novidades. O aparelho entrega a mesma resolução Full HD e suporte ao Wi-Fi AC dual band do Chromecast 2, apresentado em 2015. Não há previsão de preço e nem data de lançamento no Brasil.

O valor também é o mesmo do antecessor, com chegada ao mercado internacional por US$ 35 (aproximadamente R$ 130 em conversão direta, sem os impostos de importação). Vale lembrar que o modelo de 2015 desembarcou por aqui com o custo de R$ 399. Confira abaixo as semelhanças e diferenças entre o Chromecast 2 (2015) e o Chromecast 3 (2018).

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A principal alteração foi mesmo no design, embora nem isso tenha mudado significativamente. Na nova geração, o logo do Chrome dá lugar ao "G" de Google, mais discreto e também centralizado. O aparelho perdeu as opções de cores vibrantes coral e limonada, que foram substituídas pelas versões discretas branca e preta.

O formato continua circular e com dimensões praticamente idênticas as do Chromecast 2. O corpo ficou um pouco mais espesso e foi de 1,34 cm para 1,38 cm, enquanto o diâmetro se manteve com 5,19 cm. Como resultado, o aparelho teve um sutil aumento de peso e saiu de 39,1 para 40 gramas.

Na base redonda ainda estão presentes o conector HDMI, localizado na ponta da haste flexível, e a entrada micro USB, por onde é feita a alimentação de energia. O cabo acoplado na caixa ficou mais curto e caiu de 1,75 para 1,52 metros, mas a fonte permanece com padrão de 5 V e 1 A.

Qualidade da imagem

O Google manteve o Chromecast Ultra como único dongle HDMI com suporte à resolução 4K. Como explicado anteriormente, a nova geração do Chromecast mantém a mesma qualidade Full HD (1080p) da segunda versão.

Apesar disso, a transição entre as imagens promete ser mais fluida no novo dispositivo. Isso porque ele suporta streaming a 60 quadros por segundo (fps), enquanto o Chromecast 2 atingia apenas a metade, 30 fps.

Sistemas e recursos

Da mesma forma que o antecessor, o controle do novo Chromecast é feito pelo aplicativo Google Home. Ele está disponível para celulares Android (4.2 e superior) e iOS (9.1 e superior), além de computadores Mac OS X (10.9 e superior) e Windows (7 e posterior).

A grande aposta do Google para atrair consumidores está na integração com as caixas de som inteligentes Google Home, que foram remodeladas, e a Google Home Mini, apresentada no ano passado. Com o recurso, os usuários poderão controlar o Chromecast através do comando de voz.

A fabricante também destaca recursos como o Modo Ambiente, capaz de transformar a TV em um quadro digital ao transmitir fotos selecionadas do Google Fotos. A função também permite projetar previsão do tempo, hora e outras informações relevantes na telona, para facilitar a visualização.

Conectividade e ficha técnica

O Chromecast 3 traz a mesma conexão Wi-Fi no padrão 802.11 b/g/n/ac do anterior e opera nas bandas de 2,4 GHz e 5 GHz. Havia rumores de que a geração de 2018 trouxesse conectividade Bluetooth, mas a página oficial da fabricante não exibe esta especificação.

Também não há informações detalhadas sobre a capacidade de processamento do novo modelo. O Chromecast 2 vem com um processador dual core de 1,2 GHz, 256 MB de armazenamento — não destinados a salvar mídias, e sim guardar arquivos em cache — e 512 MB de memória RAM.

Vale a pena comprar um Chromecast? Descubra no Fórum do TechTudo.

Chromecast: dicas para quem quer comprar o aparelho

Chromecast: dicas para quem quer comprar o aparelho

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.