Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Victor de Abreu, para o TechTudo


A Astralis venceu a Team Liquid por 3-0 na final da IEM Chicago 2018, torneio de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO), neste domingo (11). Apesar da equipe do brasileiro Epitácio "TACO" de Melo ter todo o apoio da torcida local, os dinamarqueses da Astralis dominaram o jogo e venceram mais uma decisão em cima do time norte-americano. A final em uma série melhor de cinco (MD5) foi finalizada já na terceira rodada. Além do título, a Astralis leva para casa o prêmio de US$ 100 mil (cerca de R$ 373 mil em conversão direta).

Jogo 1: Vitória da Astralis

As disputas da noite começaram na Mirage. A primeira metade do mapa foi vantajosa para a Team Liquid, 9-6, e recheada de boas jogadas. A começar pelos quatro abates de TACO de USP e o quinto que veio logo em seguida para finalizar o round. Destaque também para Keith "NAF" Markovic que, em um dos rounds, foi simplesmente direto para o defuse da bomba e enganou os dois adversários restantes que acreditaram em um fake. Já a segunda metade foi melhor para os dinamarqueses da Astralis. Apesar de NAF continuar a surpreender, o outro lado tinha Peter "dupreeh" Rasmussen, que garantiu o último round em um duelo contra Nicholas "nitr0" Cannella: 16-14 e ponto para os dinamarqueses.

Jogo 2: Vitória da Astralis

A segunda rodada foi no melhor mapa da Astralis, Nuke. Na primeira metade, os dinamarqueses abriram 6-1 pelo lado terrorista, viram a Team Liquid ameaçar uma recuperação, mas a experiência e o histórico deles no mapa foram o suficiente para terminar na vantagem, 9-6. Na virada de lados, mais uma boa atuação da Astralis, que venceu o segundo pistol e continuou a marcar. Vale destacar uma jogada de Nicolai "dev1ce" Reedtz para impedir um momento de reação da Team Liquid ao abater dois adversários para salvar o vigésimo round. A Astralis só preciso administrar a enorme vantagem para fechar o segundo jogo em 16-7.

Jogo 3: Vitória da Astralis

O começo no mapa Inferno foi bastante equilibrado: a Team Liquid venceu o pistol e a Astralis buscou o prejuízo até empatar em 4-4. A partir desse ponto do jogo, os dinamarqueses dominaram o confronto, emplacaram rounds atrás de rounds e fecharam a primeira metade em 11-4. E essa superioridade não encerrou na segunda metade. A Astralis continuou a emplacar vitórias e, no primeiro matchpoint, após um round muito disputado, restou apenas Russel "Twistzz" Van Dulken vivo e com um ponto de vida. Infelizmente para ele e para Liquid, não havia mais tempo para defusar a bomba, o que confirmou a vitória da Astralis no jogo por 16-4 e o título da IEM Chicago.

Campanha dos brasileiros

A MIBR (Made In Brazil) fez uma campanha ruim e acabou eliminada de forma precoce do IEM. No Grupo A, a equipe foi derrotada na Upper Bracket pela FaZe Clan por 2-1 e deu adeus à competição após uma série disputada contra a NRG Esports, também por 2-1. Dessa forma, o time de Gabriel "FalleN" Toledo amargou a 9°/12° colocação no torneio e recebeu US$ 5 mil (cerca de R$18 mil em conversão direta) em premiação.

Já a brasileira Luminosity Gaming teve um desempenho um pouco melhor. Após ser derrotada pela Team Liquid na estreia no Grupo B, o time emplacou duas vitórias em séries contra a AVANGAR e eUnited na Lower Bracket. No entanto, na decisão que levaria o time de Henrique "HEN1" Teles para os playoffs finais, os brasileiros perderam para a mousesports por 2-0 e se despediram do torneio.

A tabela completa de classificação você pode conferir logo abaixo:

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.