Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Igor Nishikiori, para o TechTudo


Para rodar jogos e vídeos em 4K no computador, é necessário ter uma placa de vídeo à altura, além de monitores com suporte à resolução. Caso contrário, a experiência será bastante frustrante, mesmo que a tela prometa boas imagens com a tecnologia. Isso acontece porque o 4K possui quatro vezes mais pixels que o Full HD, o que significa maior trabalho de processamento para a GPU.

Algum jogos em UHD podem precisar de um investimento entre R$ 2 mil e R$ 8 mil para funcionar na qualidade máxima, de acordo com os preços praticados no Brasil. Para ajudar a escolher a placa ideal, o TechTudo fez uma lista com as melhores para usar com seu monitor gamer 4K.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

AMD Radeon RX Vega 64

Dentre as placas de vídeo da AMD, a Radeon RX Vega 64 é a opção mais poderosa atualmente. Tendo como principal concorrente a GeForce 1080, a Vega 64 supera a rival em diversos quesitos, como largura de banda (484 GB/s contra 320 GB/s) e, principalmente, em relação ao preço mais em conta.

Apesar disso, o modelo pode sofrer com algumas quedas de frames ao rodar jogos em 4K na configuração máxima e com todos os filtros ativos, conforme testes feitos pelo site Digital Foundry. Portanto, se um game for muito pesado, será preciso sacrificar a qualidade das texturas e efeitos para jogar em UHD e 60 fps.

Por outro lado, é mais fácil encontrar no mercado nacional monitores com a tecnologia AMD Freesync, que elimina o input lag (latência nos games) durante as jogatinas. Ou seja, se você precisar contar essa tecnologia e seu monitor 4K for compatível, a Vega 64 pode ser uma opção. A placa de vídeo está à venda no site oficial da AMD por a partir de R$ 2.539, na versão da PowerColor.

Nvidia GeForce GTX 1080 Ti

Uma placa da Nvidia com a denominação Ti representa uma versão melhorada e com mais recursos do que sua versão original. No caso da GTX 1080 Ti, as diferenças são interessantes: 11 GB de memória VRAM GDDR5X contra 8 GB da GTX 1080, largura de banda de 484 GB/s contra 320 GB/s, 3.584 núcleos contra 2.560, entre outros números. Não à toa já foi considerada a placa de vídeo mais rápida do mundo.

Por conta dessa evolução, a GTX 1080 Ti não fica tão atrás em relação à linha mais recente da Nvidia, a série RTX 20, fazendo com que a placa tenha um bom custo-benefício – ao menos no mercado internacional, cujo preço oficial é US$ 599 (cerca de R$ 2.296). Em alguns jogos, como Crysis 3 e Rise of the Tomb Raider, a 1080 Ti chega a superar sua sucessora RTX 2080 em quantidade de frames por segundo na resolução 4K, segundo testes da Digital Foundry.

No geral, o desempenho da linha RTX 20 tende a ser superior por conta de seus recursos exclusivos. Mas dependendo do preço, a GTX 1080 Ti ainda é uma boa opção para quem busca qualidade sem gastar tanto. Atualmente, no Brasil, a GPU pode ser encontrada por cerca de R$ 4 mil.

Nvidia GeForce RTX 2070

A nova geração de placas da Nvidia tem como modelo de entrada a GeForce RTX 2070. É uma opção mais barata,com preço oficial a partir de US$ 499 no mercado internacional (cerca de R$1.963, em conversão direta) para quem quiser usufruir da resolução 4K no PC.

Olhando apenas os números técnicos, a impressão é de que a nova GPU está atrás da GTX 1080 Ti. Sua memória VRAM é de 8 GB GDDR6, contra os 11 GB GDDR5X do 1080 Ti, a largura de banda é de 448 GB/s, menor que os 484 GB/s. Além disso, seu número de núcleos é de 2.304, valor inferior aos 3.584 do modelo da linha anterior.

No entanto, a promessa da Nvidia é de que a nova arquitetura da geração RTX 20, batizada de Turing, tenha um desempenho até seis vezes superior graças aos seus exclusivos recursos. O principal deles é o ray tracing, que cria sombras e efeitos de luz mais realistas, semelhante aos dos filmes de animação. Em tese, é possível criar gráficos bastante fiéis com menos recursos de processamento, já que essa nova técnica simplifica a maneira como os efeitos visuais são produzidos. Só que por enquanto nem todos os games têm suporte à tecnologia. O preço da RTX 2070 no Brasil é de, pelo menos, R$ 3 mil.

Nvidia GeForce RTX 2080/Ti

Atualmente não há placa de vídeo mais rápida do que a RTX 2080 Ti. Seus números são impressionanes: 4.352 núcleos CUDA, 11 GB de memória VRAM GDDR6 e largura de banda de 616 GB/s.

Nos testes feitos pelo Digital Foundry, a GPU de nova geração da Nvidia apresentou as melhores taxas de atualização em resolução 4K, com a RTX 2080 ficando logo atrás. Quando mais jogos tirarem proveito das tecnologias ray tracing e DLSS (sigla de Deep Learning Super Sampling, que usa inteligência artificial para criar filtros anti-aliasing), o desempenho das placas tende a ser ainda mais valorizado.

A versão padrão da RTX 2080 não chega a decepcionar e tira bastante proveito de seus recursos em resolução 4K. A diferença de preço, que no Brasil pode chegar ao dobro, é algo a se levar em conta. Nas nossas buscas, a versão menos robusta aparece por pelo menos R$ 4 mil, enquanto a Ti passa dos R$ 8 mil facilmente.

Via Eurogamer 1, 2, 3, 4

Como montar um PC gamer em 2018? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.