Por Raquel Freire, para o TechTudo

22/02/2019 08h00 Atualizado 2019-02-22T11:00:46.812Z


Os suportes para TV ficaram mais populares por conta da redução do peso e espessura das televisões atuais em relação aos modelos antigos de tubo. O acessório oferece a vantagem de economizar espaço no ambiente e está disponível em variedade de marcas e modelos no mercado. Além disso, há grande disponibilidade de profissionais para instalar o kit de montagem.

Mesmo que você opte por contratar alguém para colocar o suporte de parede na sua sala, é preciso saber algumas coisas antes de comprar o acessório e fazer a montagem da TV. Abaixo, apresentamos seis tópicos a serem considerados antes de começar a fazer furos na parede para evitar transtornos e arrependimentos futuros.

1. Avalie a localização da parede

É provável que você já tenha em mente a parede na qual quer pendurar a TV. Mas, antes de instalar o suporte, avalie bem as condições dessa parede em relação à visibilidade. Ela recebe luz direta da janela? O ângulo em relação ao sofá permitirá ver as imagens com clareza?

Ainda que esteticamente a parede pareça ideal para colocar a televisão, suas características podem tornar a experiência de assistir aos programas desagradável. Cortinas blackout e outros aparatos podem resolver o problema em alguns casos, mas você deve levar em consideração se, na prática, ficar com o cômodo escuro todo o tempo será viável.

2. Verifique a tomada mais próxima

Outro ponto fundamental, mas por vezes ignorado, é a posição da tomada elétrica. Certifique-se de que não apenas a parede em questão possui tomada, mas também que ela esteja ao alcance do fio da TV. Também é importante estar atento aos dispositivos que ficarão conectados com o televisor, tal como o receptor da TV a cabo ou o videogame. O idelal é que móvel onde eles ficarão esteja por perto. O TechTudo possui um guia mostrando jeitos de esconder os fios da televisão.

3. Material da parede

Para aguentar a TV e o suporte, a parede precisa ser de um material resistente, como alvenaria de tijolo ou concreto. O drywall, que é feito com gesso, não sustenta o peso do conjunto e fatalmente vai estragar, rachando ou mesmo desmoronando – e ainda danificando a TV.

Há, porém, uma maneira de montar o suporte em uma parede de gesso: se ela tiver uma ou mais vigas no interior. Para saber isso, use um detector de obstáculos, como este da imagem abaixo. Ele consegue encontrar colunas de concreto e madeira, que podem ser usadas como sustentação da montagem. O modelo representado é o Household TS79, vendido no varejo nacional por cerca de R$ 130. É válido ressaltar que as vigas de madeira são menos resistentes do que as de concreto e, por isso, suportam TVs mais leves.

Se você tem uma casa com paredes de vidro ou quer colocar a televisão do meio de um cômodo, a solução pode estar em um suporte para TV de teto. Com preços a partir de R$ 80, esses modelos podem ser encontrados tanto em versões fixas quanto articuladas.

4. Anote o tamanho e peso da TV

Confira as especificações técnicas da sua TV e anote o tamanho e peso antes de comprar o suporte. Mesmo que adquira um suporte de TV universal, esse "universal" refere-se à marca e modelo do aparelho, e não às suas dimensões.

Normalmente as fabricantes de suporte especificam a compatibilidade em polegadas ("para TVs de 32 a 55 polegadas&am

... p;quot;, por exemplo). Mas é sempre bom procurar também a carga máxima suportada, já que TVs com a mesma polegada podem variar muito em peso. Além disso, procure saber o padrão Vesa do seu televisor. Ele é o padrão de furação localizado na traseira do aparelho, e que permite o encaixe com a montagem na parede. Essa informação pode ser obtida no manual ou no site da fabricante da TV.

Se não encontrar, basta medir a distância entre os quatro furos na parte de trás do monitor com uma régua. No suporte, as medidas horizontal versus vertical (HxV) estarão descritas em milímetros (mm).

5. Opte por um suporte de TV articulado

Os suportes fixos são mais baratos, com preços a partir de R$ 20. Porém, uma boa ideia é comprar um suporte de TV articulado. Ele permite mudar a inclinação da TV para as laterais ou para cima e para baixo, deslizar a tela em uma das quatro direções, aproximar ou afastar o aparelho da parede e até rotacionar a televisão, dependendo do modelo.

Cada variante tem suas próprias capacidades, então avalie o que você precisa. Observe se você quer puxar a TV e direcioná-la para outro lugar ou apenas mudar a inclinação para se adaptar às diferentes incidências de luz ao longo do dia. Anote tudo sobre cômodo e parede no qual o suporte será instalado para ter certeza de que ele vai suprir suas expectativas.

6. Tenha todas as ferramentas necessárias

Tão importante quanto o suporte em si são as ferramentas de instalação. As embalagens normalmente vêm com todos os parafusos e buchas necessários para todos os padrões Vesa com que o suporte é compatível.

Além disso, você vai precisar de furadeira, chaves de fenda, fita métrica, localizador de vigas e lápis para marcação. Considere ainda que, se sua parede é texturizada, o detector de vigas pode não funcionar corretamente. Neste caso, adicione um papelão à lista de materiais necessários. Quando for usar o localizador de obstáculos, coloque o papelão entre a parede e o dispositivo. Dessa forma você vai criar uma superfície lisa, permitindo ao aparelho deslizar e fazer o diagnóstico com maior precisão.

Qual smart TV comprar? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.