Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Após os vazamentos de fotos de celebridades e ataques de phishing ao iCloud, a Apple está investindo em medidas de segurança para aumentar a privacidade dos usuários. A lista abaixo reúne as principais dicas de segurança da Apple para deixar seu igadget mais seguro, do iPhone ao Mac, e também iCloud.

Como proteger seu ID Apple: aumente a segurança na sua conta do iCloud

Lista tem 15 dicas de seguranças para dispositivos da Apple (Foto: Carol Danelli/TechTudo)Lista tem 15 dicas de seguranças para dispositivos da Apple (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

1.    Use senhas seguras; quanto mais complexa, melhor

As senhas no seu iPhone podem ser chamadas de Código Simples ou Complexo. O Código Simples, utilizado por boa parte dos usuários, são os quatro dígitos numéricos. Já o Código Complexo são senhas escritas, podendo envolver letras, números e caracteres especiais.

Para modificar o modo da sua senha, basta ir na opção Código, em Ajustes. Lá você desmarca a opção Código Simples, além de escolher quais aplicativos deverão ser protegidos por senha.

Utilize senhas complexas para melhorar a segurança no seu dispositivo (Foto: Carol Danelli/TechTudo)Utilize senhas complexas para melhorar a segurança no seu dispositivo (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

2.    Habilite o touch ID

Se o seu iPhone for o 5S ou um dos recém lançados, há uma opção ainda mais segura: a impressão digital. A tecnologia da identificação Touch são os mais avançados hardware e softwares que a empresa já utilizou em qualquer dispositivo. Para caber no botão Home, o sensor não é muito mais grosso que um fio de cabelo humano. A alta resolução de 500 ppi possibilita escanear detalhes finos da sua digital.

A chance de ser invadido é 40 mil vezes menor com a Touch ID (Foto: Carol Danelli/TechTudo)A chance de ser invadido é 40 mil vezes menor com a Touch ID (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

Cada impressão digital é única, por isso a chance de haver semelhanças entre elas é uma em 50 mil. Diferentemente de uma em 10 mil chances que existe em adivinhar uma senha de quatro dígitos.

Para habilitar, siga este tutorial.

3.    Use o Find My iPhone, iPad, Mac...

Quando o Find My iPhone está habilitado, o usuário fica logado ao dispositivo mesmo que ele tenha sido perdido ou roubado. É possível vê-lo em um mapa, aumentando a chance de encontrá-lo. No iOS 8, se o usuário optar por usar o iCloud para configurar um dispositivo, ele é ativado automaticamente.

Habilite o Find My Mac como forma de segurança (Foto: Carol Danelli/TechTudo)Habilite o Find My Mac como forma de segurança (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

Para habilitar o Find My Mac, basta que o usuário tenha um OS X Lion ou superior e uma conta no iCloud. Habilite a opção “Buscar meu Mac” nas preferências do sistema, no menu do iCloud.

Para cadastrar o seu dispositivo no Find My iPhone, veja este tutorial.

4.    Invista em uma senha forte

Usar uma senha forte é a coisa mais importante que você pode fazer para ajudar a manter a sua conta segura. Não use a mesma senha do seu ID Apple para outras contas. É importante que ela seja única. Para tornar a sua senha difícil de adivinhar, não se baseie em informações fáceis de descobrir.

Uma senha pode deve ao menos:

* Ter uma letra;
* Ter uma letra maiúscula;
* Ter um número;
* Não conter caracteres múltiplos idênticos ou consecutivos;
* Não ser o nome da sua conta;
* Ter 8 caracteres, no mínimo;
* Não ser uma senha comum;
* Não ter sido usada no ano anterior.

Há uma série de quesitos para ter uma senha forte (Foto: Reprodução/Carol Danelli)Há uma série de quesitos para ter uma senha forte (Foto: Reprodução/Carol Danelli)

O usuário pode adicionar outros caracteres ou pontuação para tornar a sua senha ainda mais forte. Há geradores de senhas fortes na Internet, que ajudam a criar passwords com todos esses requisitos. Usar gerenciadores de senhas também podem ser útil, já que a ideia é ter várias senhas, porém, únicas.

5.    Perguntas de seguranças da Apple

As questões de segurança são características da Apple ID. Caso o usuário adicione essas perguntas, qualquer um que tente mudar ou redefinir sua senha, data de nascimento, ou outras informações de segurança da Apple ID deve primeiro responder a uma ou mais de suas perguntas de segurança. Se tiver medo de esquecer as respostas, aconselhamos a verificação em duas etapas.

Para configurar ou alterar as perguntas de segurança, vá em Meu Apple ID, selecione a opção Gerenciar seu ID Apple e inicie sessão.

Selecione "Senha e Segurança". Após configurar tudo, clique em Salvar.

6.    Verificação em duas etapas

A verificação de duas etapas é um recurso adicional para seu ID Apple. Ela serve para evitar que alguém acesse ou use sua conta, mesmo que saiba a senha. Ao acessar sua conta, o recurso pede para verificar a identidade do usuário, utilizando um de seus dispositivos (smartphone, por exemplo) que possa realizar ações como, iniciar a sessão em Meu ID Apple para gerenciar sua conta, fazer um compra no iTunes ou obter suporte relacionado ao ID Apple.

Verificação em duas etapas é uma forma a mais de aumentar a sua segurança (Foto: Carol Danelli/TechTudo)Verificação em duas etapas é uma forma a mais de aumentar a sua segurança (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

Para configurar, o TechTudo preparou este tutorial

7.    Denuncie as suspeitas de Phishing

Phishing são ataques que tentam adquirir, de forma fraudulenta, informações pessoais, como o seu Apple ID e senha de cartão de crédito. O e-mail pode até parecer ser de uma empresa ou indivíduo legítimo, mas não é.

Nunca envie informações de cartão de crédito, senhas de contas, ou extensa informação pessoal em um e-mail a menos que você verifique que o destinatário é quem eles dizem ser. Muitas empresas têm políticas que garantem que eles nunca vão solicitar tais informações de clientes por e-mail.

Caso suspeite que está sendo vítima de ataques Phishing, vindo supostamente da Apple, denuncie em reportphishing@apple.com.

8.    Mude a sua senha periodicamente

Alterar a senha da sua ID da Apple com frequência, sua segurança estará sempre atualizada com as melhores práticas para senhas fortes. O tempo indicado para a troca é a cada dois ou três meses.

9.   Atenção às notificações sobre o seu ID Apple

"Nós somos sérios sobre a sua segurança, por isso, quando entramos em contato com você sobre o seu Apple ID, que é por uma boa razão", afirma Tim Cook, CEO da Apple.

A Apple envia notificações quando são feitas alterações em sua conta, por exemplo, quando entrar pela primeira vez em um novo dispositivo, um método de pagamento é atualizado, ou se a senha foi alterada. As mensagens são por e-mail ou uma notificação push no seu iPhone ou iPad.

Caso não se lembre de ter realizado tais mudanças, pode ser que alguém tenha acessado sua conta indevidamente.

10.    Configure o seu iCloud corretamente

O usuário pode controlar suas músicas, fotos, documentos e outras informações são compartilhadas entre seus dispositivos e sua conta iCloud. No iOS é fácil verificar quais de seus serviços estão sendo compartilhados ou entraram no backup, acessando o menu iCloud, das configurações. No Mac, é possível gerenciar essas configurações na seção iCloud, das Preferências do Sistema e, em no Windows, no Painel de Controle; vale verificar e ajustar o que for necessário para a sua privacidade.

Acesse as preferências do Sistema para configurar o iCloud (Foto: Carol Danelli/TechTudo)Acesse as preferências do Sistema para configurar o iCloud (Foto: Carol Danelli/TechTudo)

Cada serviço individual pode ser ligado ou desligado, para que o usuário decida o que quer.

11.    Gerencie seus dados de localização

Os dados de localização são controlados pelo usuário em todos os dispositivos. É preciso dar permissão para que os Serviços de Localização funcionem. Locais frequentes são criptografados com chaves protegidas por sua senha no dispositivo. O usuário sempre tem a opção de desativar o recurso.

Tem como acabar com o bloqueio do iCloud? Confira no Fórum do TechTudo.

12.    Controle dados compartilhados por aplicativos

Alguns aplicativos pedem acesso a informações do usuário ou de contatos, calendário e fotos para funcionarem. Porém é possível que o próprio usuário decida se o acesso será dado. Quando suas informações forem solicitadas pela primeira vez por um aplicativo de terceiros, você será notificado. Uma vez concedido, é sempre permitido voltar atrás mais tarde e mudar a permissão concedida.

13.    Limite de anúncios segmentados com base em interesses

Para limitar a quantidade de publicidade no seu dispositivo e aumentar a sua segurança, a Apple desenvolveu o nonpersistent Advertising Identifier. O sistema de publicidade da Apple, iAd, usa esse identificador para fornecer anúncios para o usuário. A Advertising Identificador ajuda os anunciantes a controlar o número de vezes que você vê um determinado anúncio, mede a eficácia de campanhas publicitárias e, se você optar por sair, pode ser usado para tentar veicular anúncios mais relevantes.

O usuário pode desativar esse recurso a hora que quiser. Para isso, basta entrar nas Preferências do iTunes, ir em Loja e marcar a opção "Limitar Publicidade Rastreada" no seu iPhone ou iPad.

No iOS, vá em Publicidade no menu Privacidade. Habilite a função Limitar Publicidade Rastreada.

Limite as publicidades que aparecem para você (Foto: Reprodução/Carol Danelli)Limite as publicidades que aparecem para você no iOS (Foto: Reprodução/Carol Danelli)

14.    Navegue em janela privada

O Safari foi o primeiro navegador a oferecer a navegação anônima. Ative esta opção e o navegador não irá adicionar sites ao seu histórico. Além disso, com o iOS 8 e OS X Yosemite, é possível escolher o DuckDuckGo como seu mecanismo de pesquisa padrão. DuckDuckGo permite que você pesquisar na web sem ser rastreado e Safari é o primeiro navegador a oferecê-lo como uma opção nativa de busca.

15.    Proteja seus pequenos

Foi incluso no iOS 8 a opção Compartilhamento Familiar e Apple IDs para estudantes, menores de 13 anos, que agora podem ter seu próprio ID da Apple, com o consentimento dos responsáveis legais. A ferramenta permite pedir para comprar, o que faz com que os pais necessitam aprovar qualquer aplicativo ou compra in-app, por exemplo. Assim, o controle da conta dos filhos, do consumo de aplicativos, músicas e vídeos fica sob a responsabilidade dos pais e evita compras indesejadas na loja.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.