Antes de comprar uma nova placa de vídeo, é importante levarmos em consideração inúmeras características técnicas que elas apresentam. Além de processador gráfico, quantidade de memória e sistema de arrefecimento, também temos de colocar na conta a largura de banda da memória usada na GPU. Mas, afinal de contas, o que é essa tal de largura de banda da memória e por que ela é tão importante na hora de se escolher uma placa de vídeo? É justamente isso que esse artigo do TechTudo irá responder.
Quais as placas de vídeo recomendadas para os jogos da última geração? Uma breve explicação sobre o funcionamento das placas de vídeo
As placas de vídeos são componentes altamente complexos (Foto: Divulgação/Asus)
Antes de falarmos especificamente sobre o tema principal deste artigo, largura de banda da memória, precisamos antes fazer uma pequena introdução, explicando como funciona uma placa de vídeo. Muita gente acha que ela é apenas mais uma peça a ser encaixada no computador. De forma nenhuma. As placas de vídeo são praticamente um segundo computador na sua máquina, pois elas contam com processador, memória RAM, placa controladora, chipset, transistores, sistema de arrefecimento e assim por diante. A diferença é que tanto o processador quanto a memória destas placas são adaptados para o processamento de gráficos 3D. Por isso, mesmo o processador é chamado de GPU (Graphics Processing Unit, ou Unidade de Processamento Gráfico) e a memória de VRAM (Video RAM). Outra peculiaridade é que as placas gráficas norma...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.