Desde a sua concepção, a tocha olímpica criada para os Jogos da Rio 2016 é um artigo recheado de tecnologia. Indicada pela revista Wired como um dos objetos de design mais “inteligentes” de 2015 — ano em que foi apresentada ao público —, a tocha também foi objeto de interesse de um famoso canal de YouTube, o What’s Inside, que cerrou o objeto ao meio para mostrar detalhes de como tudo funciona. É certo que curiosidade é o que a tocha olímpica mais despertou nas pessoas que a viram de perto e de longe. Para desvendar alguns mistérios, o TechTudo conversou com Gustavo Chelles, designer da tocha, e conta curiosidades tecnológicas da peça que marcou os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro.
Google Tradutor será mestre de cerimônia no fim dos Jogos ParalímpicosAs novidades da tocha usada no revezamento da chama olímpica no Brasil são inúmeras: é a primeira vez que uma tocha possui um mecanismo de expansão — com corpo retrátil — e uma tocha paralímpica com escrita em braile, levando os valores e as cores do movimento paralímpico. Entretanto, uma das inovações que envolve vídeo e Internet chama a atenção: pela primeira vez, foi instalada uma câmera dentro da tocha olímpica, que registrou imagens inéditas de um um ângulo nunca visto antes.
Chelles, designer responsável pelo projeto da tocha, conta que a ideia de introduzir uma câmera no projeto veio desde o primeiro conceito de design. A expectativa era captar a experiência do condutor — um souvenir carregado de emoção para cada um que conduzisse a tocha pela...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.