Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Mexer no Registro do Windows não é uma tarefa trivial, e tampouco, algo para ser feito por qualquer pessoa. Por isso, é preciso ter muito cuidado com mudanças nesse importante componente do Windows. Apesar disso, as vezes é necessário fazer algo nele, para poder ativar ou desativar uma funcionalidade que normalmente só é configurável em versões mais caras do sistema. A boa notícia é que você pode fazer modificações nesses dados do Windows, e caso algo dê errado, é possível reverter essas mudanças no registro do Windows 10. Confira.

Como deixar a barra de tarefas do Windows 10 transparente; veja dica

Crie um perfil de usuário para testes no Windows 10 (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo) (Foto: Crie um perfil de usuário para testes no Windows 10 (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo))Descubra como fazer para poder reverter mudanças no registro do Windows 10 (Foto: Isabela Giantomaso/TechTudo)

Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular

Passo 1. Execute o Editor do Registro do Windows, para isso, pressione as teclas “Windows + R” simultaneamente. Na pequena janela que aparece, digite “regedit” e tecle enter. Se for solicitado, forneça a senha ou toque no botão “Sim”, para autorizar a execução;

Executando o Editor de Registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Executando o Editor de Registro do Windows (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 2. Dentro do registro, vá até a chave que será modificada e clique nela para selecioná-la. Em seguida, clique no menu arquivo e depois na opção “Exportar…”;

Fazendo uma cópia de segurança da chave a ser alterada no Registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Fazendo uma cópia de segurança da chave a ser alterada no Registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 3. Na tela de exportação, digite um nome para o arquivo da cópia de segurança e clique no botão “Salvar”;

Salvando a cópia de segurança (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Salvando a cópia de segurança (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 4. Depois de fazer a cópia de segurança, faça a modificação que precisa, feche o Editor do Registro e veja se ela funcionou;

Passo 5. Se a mudança não ficar como você queria, abra o Explorer e vá até a pasta onde foi salva a cópia de segurança.

Dê um clique duplo no arquivo para iniciar a restauração da cópia. Se for solicitado, forneça a senha ou toque no botão “Sim”, para autorizar a execução;

Inciando a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Inciando a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 6. Será exibido uma alerta do Editor, avisando do risco da operação. Para continuar, clique no botão “Sim”;

Autorizando a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Autorizando a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Passo 7. Aguarde até que a operação seja concluída. Se tudo der certo, no final do processo será exibida uma pequena janela informando que os dados foram inseridos com sucesso.

Concluindo a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)Concluindo a restauração da cópia de segurança do registro (Foto: Reprodução/Edivaldo Brito)

Pronto! A mudança foi desfeita e tudo voltou a ser como era antes. Lembre-se que apesar de esse procedimento ter sido feito no Windows 10, ele funciona em qualquer versão do sistema que tenha o Editor.

Dúvidas sobre o Windows 10? Veja respostas e dicas no Fórum do TechTudo.

 

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.