Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Nesta segunda-feira (21) acontecerá o eclipse solar total, quando a Lua ficará posicionada entre a Terra e o Sol, cobrindo-o totalmente. O fenômeno, que é raríssimo, poderá ser visto com facilidade nos Estados Unidos. A situação fica mais complicada para os brasileiros, pois o eclipse poderá ser visualizado somente em alguns estados. Para quem não puder acompanhar o acontecimento há a opção de assistir ao eclipse solar ao vivo pelo aplicativo da NASA para celular.

A agência espacial norte-americana informou que o streaming do fenômeno está marcado para as 13h (horário de Brasília). Para acompanhar as novidades é só baixar o NASA App, software grátis compatível com Android e iPhone (iOS).

Eclipse total do sol acontecerá nesta segunda-feira (Foto: Divulgação / NASA)Eclipse total do sol acontecerá nesta segunda-feira (Foto: Divulgação / NASA)

Eclipse total do sol acontecerá nesta segunda-feira (Foto: Divulgação / NASA)

O que é eclipse solar?

O eclipse solar é um fenômeno que ocorre quando a Lua fica alinhada entre a Terra e o Sol, cobrindo-o totalmente ou parcialmente. O fenômeno é raro e proporciona alguns momentos de total escuridão durante o dia nos locais em que pode ser visualizado. Nos Estados Unidos, ele poderá ser visto de Leste a Oeste, em uma faixa que se estende por 14 estados norte-americanos. O início no Oregon será às 13h05 (horário de Brasília).

Apesar de ter duração de quase três horas, o eclipse total será visível por apenas dois minutos e 40 segundos. Nos demais lugares, incluindo o Brasil, a visualização do fenômeno será de forma parcial. Por aqui, moradores das regiões Norte e Nordeste poderão acompanhar o fenômeno. A cidade de Macapá é considerada o melhor local para observar o eclipse. Moradores de lugares localizados mais ao Sul, como Rio de Janeiro e São Paulo, não poderão visualizar o evento.

Transmissão pela NASA

De acordo com a NASA, cerca de 500 millhões de pessoas poderão observar o eclipse de forma total ou parcial. Quem não estiver nas áreas de abrangência, mas tiver interesse em acompanhar o fenômeno, poderá ver a transmissão ao vivo pelo NASA App. A agência espacial também vai disponibilizar o streaming em suas páginas no Facebook, Twitter, Twitch, Ustream e YouTube. A cobertura começa às 13h, no horário de Brasília.

Canal da NASA no YouTube exibe o eclipse solar de 2017 (Foto: Reprodução / YouTube)Canal da NASA no YouTube exibe o eclipse solar de 2017 (Foto: Reprodução / YouTube)

Canal da NASA no YouTube exibe o eclipse solar de 2017 (Foto: Reprodução / YouTube)

Consulte os endereços a seguir. Eles foram informados pela própria agência.

A agência também preparou uma pasta no Flickr para armazenar fotos e vídeos do fenômeno. Os arquivos poderão ser visualizados porsteriormente por quem não puder acompanhar ao vivo.

Quando foi a última vez que aconteceu o eclipse solar?

O último eclipse solar visível pelos brasileiros ocorreu em setembro de 2006. Foi um eclipse anular do Sol, em que a Lua não encobriu totalmente o astro.

Já nos Estados Unidos, o último eclipse solar total – com observação em todo o território nacional – ocorreu há 99 anos. Em 1979, aconteceu outro fenômeno desse tipo, mas ele foi observado em uma parte mais restrita do país.

Quando será o próximo eclipse solar?

Em algumas regiões do planeta, os eclipses solares totais podem ser vistos a cada de 18 meses, aproximadamente. No entanto, sua visualização em regiões habitadas demora mais tempo para acontecer. A previsão é de que o próximo eclipse total do Sol aconteça no dia 30 de abril de 2041, daqui a 24 anos.

Com informações: G1, G1, O Globo, O Globo e NASA.

Qual o melhor app que você tem no seu celular? Opine no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.