Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Apple TV 4K chegou ao Brasil como uma evolução da Apple TV de quarta geração e é a nova opção do mercado para transformar TVs em smart. O aparelho tem como destaque a transmissão de imagem com qualidade 4K e suporte à tecnologia HDR, recursos também presentes no rival Chromecast Ultra, do Google.

Os dispositivos são alternativas válidas para quem deseja modernizar uma televisão comum mantendo o mesmo equipamento. No entanto, eles têm propostas e preços distintos – o que resulta em um custo-benefício que varia conforme a necessidade do usuário. No comparativo de especificações a seguir, conheça a ficha técnica da Apple TV 4K e do Chromecast Ultra e saiba suas principais diferenças.

Apple TV 4K de frente com controle (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Apple TV 4K de frente com controle (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Apple TV 4K de frente com controle (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Design

Logo à primeira vista, é possível ver a diferença de proposta entre a nova Apple TV 4K e o Chromecast Ultra. O primeiro aparelho segue o design adotado no modelo anterior, em formato de caixa na cor preta. O visual tende a torná-lo discreto na maioria dos layouts de sala de estar, mas não mais do que no dongle do Google – o Chromecast, afinal, é muito menor e some de vista ao ser instalado atrás da TV.

A estrutura compacta do Chromecast é melhor para quem deseja o máximo de portabilidade. Se o aparelho precisar ser movido constantemente entre ambientes, algo que pode ser comum em empresas, o dispositivo do Google é ideal porque cabe no bolso com facilidade.

Por outro lado, só a Apple TV oferece controle remoto no pacote, o que pode ser um diferencial importante para quem deseja mais comodidade e independência do celular para usar.

Especificações

A Apple TV 4K chega ao Brasil em versões com 32 GB ou 64 GB de espaço para guardar filmes e aplicativos, armazenamento que não existe no Chromecast Ultra. O dongle do Google traz especificações simples para rodar conteúdo de streaming, e não conta com um processador potente como o A10X Fusion da Apple TV, semelhante ao presente no iPhone 7.

Chromecast Ultra usa smartphone como controle remoto (Foto: Divulgação/Google)Chromecast Ultra usa smartphone como controle remoto (Foto: Divulgação/Google)

Chromecast Ultra usa smartphone como controle remoto (Foto: Divulgação/Google)

A estrutura do Chromecast Ultra é bem diferente da Apple TV. Enquanto o primeiro se limita a oferecer conexões Wi-Fi, HDMI, USB (para recarga) e Ethernet (para captar o sinal de internet com mais estabilidade), o aparelho da Apple traz o mesmo e adiciona Bluetooth 5.0 e receptor de infravermelho para o controle remoto.

Ambos os equipamentos são compatíveis com as tecnologias avançadas de conexão Wi-Fi MIMO e SIMO.

Funcionalidades e conteúdo

As diferenças de especificações tornam a Apple TV 4K uma central de mídia poderosa em comparação com o Chromecast Ultra. Com acesso à App Store, o set-top box da Apple permite baixar o Globo Play e outros apps, além de games para jogar com o controle remoto. No aparelho do Google, os programas devem ser usados no smartphone – na prática, o Chromecast opera como uma espécie de HDMI sem fio para transmitir conteúdo para a TV.

Controle da Apple TV 4K (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)Controle da Apple TV 4K (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Controle da Apple TV 4K (Foto: Thássius Veloso/TechTudo)

Existem alguns jogos disponíveis para Chromecast, mas em menor quantidade e com desempenho que tende a ser inferior. Isso ocorre porque o aparelho depende sempre do streaming via rede Wi-Fi, já que não instala nada na memória. Para usar o Globo Play, por exemplo, o usuário deve recorrer ao app para Android ou iPhone (iOS) e espelhar na tela grande da sala.

Considerando essas diferenças, a promessa de qualidade de exibição é a mesma. Tanto a nova Apple TV quanto o Chromecast Ultra oferecem imagens em 4K e com cores mais nítidas graças à tecnologia HDR. Independentemente do dispositivo, há duas condições para aproveitar o máximo de definição: o usuário deve ter um aplicativo com conteúdo compatível e um aparelho de TV que ofereça as duas tecnologias.

Sistema

A Apple TV 4K traz o sistema operacional tvOS, que herda do iOS alguns dos seus principais recursos e design. Usuários de iPhone tendem a ter facilidade para usar o aparelho na TV, já que algumas das funções são parecidas. No Chromecast Ultra, do Google, não há um software equiparável do Android.

Conforme o nome indica, o Chromecast roda uma versão modificada do navegador Google Chrome, responsável por receber o conteúdo enviado pelo celular. Ao usar a Netflix, por exemplo, o aparelho identifica o link do título selecionado e faz uma busca automática na web pelo streaming. O usuário tem a impressão de enviar o material do telefone para a TV pela rede Wi-Fi, mas o smartphone serve apenas como seletor de conteúdo.

Chromecast Ultra traz imagens em 4K  (Foto: Reprodução/Google)Chromecast Ultra traz imagens em 4K  (Foto: Reprodução/Google)

Chromecast Ultra traz imagens em 4K (Foto: Reprodução/Google)

A principal vantagem do sistema mais sofisticado presente na Apple TV, além do acesso a uma loja de apps, é a iTunes Store, com uma oferta grande de filmes, séries, músicas e podcasts para comprar. Ao contrário do Chromecast, o usuário pode armazenar dados de aplicativos e também fotos no próprio aparelho e poupar a memória do smartphone. Tudo fica sincronizado por meio do iCloud, serviço de backup na nuvem oficial da Apple.

Além disso, a Apple TV oferece maior compatibilidade com formatos de áudio e vídeo. O formato .mov, por exemplo, só pode ser reproduzido no set-top box da Apple.

Apple TV 4K roda tvOS (Foto: Divulgação / Apple)Apple TV 4K roda tvOS (Foto: Divulgação / Apple)

Apple TV 4K roda tvOS (Foto: Divulgação / Apple)

Suporte e garantia

Agora que a Apple TV 4K chegou oficialmente ao Brasil, a fabricante da maçã é responsável por oferecer garantia e suporte técnico ao aparelho no país. Esse continua sendo um problema para quem optar por importar o Chromecast Ultra, que não é vendido pelo Google no mercado nacional e, por isso, não possui garantia de fábrica em caso de defeito.

Preço e disponibilidade

A Apple TV 4K desembarcou por R$ 1.299 na versão de 32 GB e R$ 1.399 com 64 GB de armazenamento. Os valores são altos em comparação ao preço convertido do Chromecast Ultra, que custa apenas US$ 69 nos EUA, equivalente a cerca de R$ 225 sem considerar impostos.

O ponto negativo do produto do Google fica por conta da dificuldade em encomendá-lo, já que os sites estrangeiros que o comercializam não oferecem frete internacional para o Brasil. A Apple TV 4K, apesar de ter o valor salgado, está disponível no site oficial da Apple Brasil.

Custo-benefício

O Chromecast Ultra continua oferecendo o melhor custo-benefício para quem deseja assistir à streaming de alta qualidade em 4K e HDR, e se apresenta como opção atrativa especialmente para quem não costuma comprar conteúdo na iTunes Store. No entanto, o aparelho possui limitações, como exigência de um smartphone conectado e falta armazenamento para instalar apps e jogos.

A Apple TV 4K tem uma barreira relevante de preço para quem não pretende jogar ou usar aplicativos offline na TV. Para todos os outros cenários, porém, a Apple TV 4K é mais recomendada, desde que você esteja disposto a desembolsar o quíntuplo do valor na compra.

Consumidores em busca de aparelhos para deixar a TV mais inteligente podem ainda levar em conta o Xiaomi Mi Box, aparelho que roda Android TV que, em termos de funcionalidades, se equipara à Apple TV 4K e pode ser importado por uma fração do valor.

Chromecast, Apple TV ou Amazon Fire: qual é o melhor? Comente no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.