Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Com o sucesso da Netflix, serviços de televisão sob demanda e streaming de vídeo se tornaram cada vez mais populares. Mas muita gente pode não ficar contente somente com o catálogo da responsável por Stranger Things e decidir assinar outros serviços para complementar. Além disso, parte do público pode buscar uma plataforma diferente, que ofereça mais conteúdo nacional ou seja focada em produções de nicho.

Para ajudar quem procura uma alternativa à Netflix, reunímos sete concorrentes que, assim como ela, não dependem de uma operadora de TV paga para funcionar. Entre as opções estão produtos brasileiros e estrangeiros, além dos voltados para quem não quer pagar uma mensalidade todo mês.

Quer ir além da Netflix? Conheça concorrentes do serviço (Foto: Marvin Costa/TechTudo)Quer ir além da Netflix? Conheça concorrentes do serviço (Foto: Marvin Costa/TechTudo)

Quer ir além da Netflix? Conheça concorrentes do serviço (Foto: Marvin Costa/TechTudo)

Amazon Prime Video

Recentemente, a Amazon decidiu investir pesado no Brasil: passou a vender eletrônicos por aqui, lançou o Fire TV Stick, rival do Chromecast, em lojas tupiniquins, e traduziu seu serviço do streaming, o Amazon Prime Video, totalmente para o português. E não é só isso: para conquistar o público, cortou o preço pela metade, cobrando somente R$ 7,90 nos seis primeiros meses. Lá, o usuário pode encontrar diversos títulos, entre filmes e séries originais e produções de outras distribuidoras. Além do dongle da multinacional e de navegadores web, o serviço também tem apps para smartphones, consoles de videogame e Smart TVs Samsung e LG. Por enquanto, nada de suporte nativo ao Chromecast.

Amazon Prime Video: serviço da multinacional tem preço menor (Foto: Reprodução/Bruno Soares)Amazon Prime Video: serviço da multinacional tem preço menor (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Amazon Prime Video: serviço da multinacional tem preço menor (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

HBO Go

A HBO Go, serviço de televisão sob demanda do famoso canal por assinatura, já existe no Brasil há algum tempo. Antes, porém, era necessário pagar pelo pacote HBO em sua operadora de TV a cabo para ter acesso à responsável por sucessos como Game of Thrones e Girls. Agora, qualquer brasileiro pode assinar o serviço: basta ter um smartphone Android ou iOS. O preço pode variar de acordo com sua banda larga, mas fica em torno dos R$ 34,90, um valor um pouco salgado em comparação aos concorrentes. A boa notícia é que há suporte ao Chromecast.

HBO Go não depende mais de TVs por assinatura (Foto: Reprodução/Bruno Soares)HBO Go não depende mais de TVs por assinatura (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

HBO Go não depende mais de TVs por assinatura (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Globo Play

A Rede Globo, canal de televisão líder em audiência no Brasil, também tem sua resposta aos tempos modernos de vídeo online. A Globo Play, serviço de streaming da emissora, conta, não só com a transmissão ao vivo da programação, como também com novelas, séries, futebol e jornalismo disponíveis para serem assistidos a qualquer momento. O usuário pode aproveitar não somente novelas atuais, como Do Outro Lado do Paraíso, mas também as mais antigas, como Avenida Brasil. A mensalidade fica nos R$ 15,90 por mês e o serviço conta com apps para celulares, Apple TV, Chromecast, dentre outros.

Globo Play: serviço brasileiro traz novelas, jornalismo e futebol (Foto: Reprodução/Bruno Soares)Globo Play: serviço brasileiro traz novelas, jornalismo e futebol (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Globo Play: serviço brasileiro traz novelas, jornalismo e futebol (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Looke

O Looke é um serviço de streaming brasileiro que permite assinar um plano de R$ 18,90 por mês ou alugar e comprar conteúdos individualmente. Em 2015, a empresa adquiriu o NetMovies, popular concorrente da Netflix, e agora, apesar de ainda manter os dois domínios, eles oferecem o mesmo serviço. Segundo os desenvolvedores, são mais de 12.000 títulos, incluindo lançamentos. Alguns filmes mais novos, porém, não são incluídos no pacote do streaming e precisam ser adquiridos separadamente. O serviço é compatível com sistemas Android e iOS, PCs, consoles de videogame e smart TVs.

Looke: serviço brasileiro com aluguel ou plano mensal (Foto: Reprodução/Bruno Soares)Looke: serviço brasileiro com aluguel ou plano mensal (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Looke: serviço brasileiro com aluguel ou plano mensal (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

YouTube

Que o YouTube é um dos maiores acervos de vídeos gratuitos da internet, com conteúdos que incluem webséries, vlogs, shows e videoclipes, todo mundo já sabe. O que talvez você não saiba é que o serviço inclui também o YouTube Filmes, uma locadora online com títulos a partir de R$ 1,99. Essa é uma boa alternativa para quem assiste a filmes casualmente e prefere alugar quando sentir vontade do que pagar um valor fixo todo mês. O app traz ainda a vantagem de estar disponível para a maior parte das plataformas, entre celulares, consoles e media centers.

YouTube também conta com aluguel de filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)YouTube também conta com aluguel de filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

YouTube também conta com aluguel de filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Google Play Filmes

Outra opção para os espectadores casuais é o Google Play Filmes. Assim como no YouTube, usuários podem alugar diversos títulos, incluindo os que acabaram de sair do cinema, por valores que podem ser tão baixos quanto R$ 3,90. A locação fica atrelada à sua conta Google e, para quem usa o Chromecast, não é necessário se preocupar: a gigante da internet não deixaria seu dongle de fora.

Google Play Filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)Google Play Filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Google Play Filmes (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Rakuten Viki

A cultura oriental tem ficado cada mais forte por aqui. O sucesso dos animes, do K-Pop e dos dramas coreanos abriu espaço para serviços como o Rakuten Viki, um site de streaming onde o usuário pode encontrar conteúdos de países como Coreia do Sul, Japão, China e Taiwan. A mensalidade custa a partir de US$ 0,83 por mês, o que, em conversão direta, fica em torno dos R$ 2,60. A empresa é a mesma responsável pelo Kobo, o e-reader concorrente do Kindle.

Rakuten Viki: dramas coreanos (Foto: Reprodução/Bruno Soares)Rakuten Viki: dramas coreanos (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Rakuten Viki: dramas coreanos (Foto: Reprodução/Bruno Soares)

Conhece mais algum? Deixe a sua dica no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.