Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Fnatic não encontrou muitas dificuldades para derrotar a G2 Esports na grande final da LCS Europa de League of Legends. Comandada pelo atirador Martin "Rekkles" Larsson, autor de dois pentakills durante a série, a organização inglesa derrotou os adversários por três a zero, levou para casa R$ 330 mil em premiações e carimbou vaga para o Mid-Season Invitational 2018.

Sem vencer o torneio de LoL do Velho Continente desde 2015, a Fnatic conquistou o hexacampeonato e deu fim a uma sequência de quatro título seguidos da G2 Esports. O confronto foi disputado em Copenhague, na Dinamarca, e contou com a presença de milhares de torcedores na Royal Arena.

Rekkles faz jus ao prêmio de MVP

A G2 Esports começou muito bem o primeiro jogo. Os comandados do técnico Fabian "GrabbZ" Lohmann aceleraram o early game, acumularam cinco abates e quatro mil em vantagem de ouro. A supremacia, entretanto, acabaria aos 24 minutos. Após boa luta realizada no covil do Barão, a Fnatic conseguiu recuperar terreno, fortalecer Rekkles e equilibrar a partida.

O primeiro pentakill da série sairia cerca de 18 minutos depois. O atirador da Fnatic se posicionou com maestria durante a última team fight do jogo, abateu os cinco inimigos com a campeã Tristana e partiu em direção ao nexus adversário. De virada, os futuros vencedores já começavam a trilhar o caminho do hexa.

Ao contrário da partida inaugural, o segundo duelo foi mais equilibrado nas primeiras ações de jogo. Fnatic e G2 Esports ficaram empatados em ouro ao longo de 20 minutos, até Marcin "Jankos" Jankowski e seus companheiros derrotarem o Barão. A organização espanhola apresentava indícios que empataria o marcador, mas Rekkles entrou novamente em ação.

Rekkles foi o grande destaque da grande final!  (Foto: Divulgação/Riot Games)Rekkles foi o grande destaque da grande final!  (Foto: Divulgação/Riot Games)

Rekkles foi o grande destaque da grande final! (Foto: Divulgação/Riot Games)

Eleito por analistas da Riot Games o melhor jogador da temporada europeia, o craque da Fnatic voltou a fazer diferença. Rekkles assinou o segundo pentakill da final e liderou a sua equipe à vitória. Méritos para Rasmus "Caps" Winther também. O meio dinamarquês mostrou que estava em dia com a campeã Zoe.

Com dois a zero no placar, a Fnatic dependia apenas de mais um triunfo para levantar a taça. E assim o fez. Os campeões fecharam o confronto derradeiro em 31 minutos após punirem a G2 Esports por péssimas decisões no late game. Caps voltou a brilhar ao executar uma composição de split push, desta vez com o campeão Ryze.

Próximo destino: MSI

A Fnatic é a representante da Europa no Mid-Season Invitational 2018. A organização se junta as já classificadas Ascension Gaming (Ásia), Dire Wolves (Oceania), EVOS Esports (Vietnã), Gambit Esports (Comunidade dos Estados Independentes), KaBuM e-Sports (Brasil) e Team Liquid (América do Norte). Os outros clubes serão divulgados em breve.

O MSI é uma espécie de mundialito que reúne os melhores de cada região. O torneio ocorre todos os anos na metade da temporada, mas não tem o mesmo peso do Worlds. As partidas deste ano serão disputadas entre os dias três e 20 de maio em Berlim (Alemanha) e Paris (França). A SK Telecom T1 é a maior vencedora da competição com dois títulos.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.