Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Impressoras podem trabalhar de diversas formas, entre elas com tanque de tinta e com cartucho. Esses dois tipos de operação têm diferenças importantes e que refletem no preço. Os modelos que trazem compartimentos próprios para a tinta costumam custar a partir de R$ 600, enquanto os aparelhos que imprimem a partir de cartuchos podem ser encontrados por valores abaixo dos R$ 200.

O tipo de uso vai determinar o modo de operação ideal, variando principalmente por conta do volume da impressão. Confira abaixo mais informações a respeito das duas tecnologias e saiba quais os prós e contras de cada uma.

Quer comprar uma impressora barata? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Como tirar cópia pela impressora Epson L355?

Como tirar cópia pela impressora Epson L355?

Diferenças entre o tanque de tinta e o cartucho

Os reservatórios em aparelhos tanque de tinta são maiores e o usuário pode repor a tinta a partir de pequenas garrafas. Isso garante um suprimento estável e prolongado de tinta à impressora. Quando a tinta dessas garrafas acaba, o consumidor pode comprar novas ou simplesmente reabastecer as unidades. Os modelos variam de acordo com a fabricante, podendo ou não usar garrafas, por exemplo. De qualquer forma, o reabastecimento segue a mesma ideia.

Os cartuchos utilizados em impressoras do tipo têm menor volume de tinta em comparação aos tanques do outro tipo de dispositivo. Para reabastecer a impressora, é necessário remover a unidade para trocar por uma nova ou, se for o caso, recarregá-la.

Vantagens do tanque de tinta

A principal vantagem do tanque de tinta é a maior capacidade de impressão, já que o reservatório é bem maior do que um cartucho e deve ser suficiente para um volume maior de páginas impressas. Por carga, uma impressora do tipo deve chegar ao número de seis a sete mil páginas.

Segundo a Epson, o custo por página impressa de um aparelho que opera com esses tanques é de aproximadamente R$ 0,01 para impressão em preto e R$ 0,04 em cores. Além disso, o preço das garrafas de tinta também são mais baixos, sendo possível comprá-las por cerca de R$ 40 em modelos de entrada.

Desvantagens do tanque de tinta

Os modelos tanque de tinta são mais caros que as impressoras jato de tinta comuns, que usam cartuchos. No Brasil, por exemplo, não é possível achar dispositivos com reservatório por preços abaixo dos R$ 600.

Além disso, o custo-benefício pode não valer muito a pena dependendo do tipo de uso. Caso o usuário não precise imprimir em grandes volumes, a escolha pode não fazer sentido. A tinta líquida no compartimento pode ainda perder qualidade com o tempo, existindo a possibilidade de coágulos e entupimentos na parte interna da impressora.

Por isso, é importante pesquisar sobre o modelo que você pretende comprar, além de ter em mente qual o ciclo de vida útil quando carregada, estabelecido pela fabricante. Em alguns casos, o tempo máximo sugerido para utilizar a carga sem acidentes é de até seis meses.

Vantagens dos cartuchos

O cartucho convencional ainda é a melhor opção de custo-benefício para quem imprime pouco e usa a impressora apenas de vez em quando. Uma carga será suficiente e, embora a unidade também esteja sujeita a ciclos de vida útil, é mais durável que as tintas que abastecem os dispositivos tanque de tinta.

Outro aspecto relevante está no custo da impressora em si. Uma jato de tinta com cartuchos simples para uso doméstico pode ser encontrada na faixa dos R$ 175, preço bem abaixo do cobrado por impressoras que operam com reservatório.

Desvantagens dos cartuchos

Como dito anteriormente, impressoras com cartuchos não valem a pena para usuários que pretendem imprimir em grandes volumes – mais especificamente, por volta de milhares de páginas ao mês. Nesse caso, seria necessário trocar os cartuchos com cerca frequência. Cada unidade com tinta custa por volta de R$ 30 nos modelos de entrada, mas podem chegar a mais de R$ 100.

Outra questão é a qualidade de impressão, que tende a variar bastante e ser bem inferior nos modelos de entrada. Além disso, cartuchos reabastecidos por terceiros – sem tinta original e controle de qualidade dos fabricantes – podem representar perdas ainda maiores na qualidade.

Qual a melhor impressora boa e barata? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.