Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

Os AirPods e o Sony WF-SP900 são dois fones de ouvido premium que funcionam sem fio e trazem especificações interessantes. Os earbuds da Apple, que estão à venda no Brasil desde 2016, apresentam conectividade Bluetooth e integração com a Siri, assistente virtual da marca, além de ter design que promete dificultar que os acessórios caiam da orelha.

O modelo da Sony foi anunciado durante a IFA 2018, em Berlim, e ainda não está disponível para comprar no mercado brasileiro. O lançamento está marcado para novembro na Europa por 250 euros (cerca de R$ 1.213, em conversão direta). O dispositivo traz armazenamento interno de 4 GB e certificação IPX5/8 para protegê-lo de poeira e água, inclusive do mar. Confira a seguir a ficha técnica, preço e principais características dos acessórios e saiba qual combina mais com você.

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Fone de ouvido: cinco dicas para conservar melhor o acessório

Design

O WF-SP900 é um fone do tipo intra-auricular, design bastante comum entre dispositivos esportivos, como é o caso do acessório da Sony. Com proposta diferente, os AirPods têm foco no conforto para usar no dia a dia, ficando preso na entrada do ouvido. Mesmo assim, os testes feitos pelo TechTudo mostraram que o modelo não cai tão facilmente.

Quanto ao tamanho, o WF-SP900 é sensivelmente maior que os AirPods. Enquanto o aparelho da Apple tem 16,5 x 18 x 40,5 mm, seguindo o mesmo desenho dos EarPods, o concorrente apresenta um corpo maior, com medidas de 71,5 x 61,5 x 38,4 mm. Por outro lado, o intra-auricular tem mais opções de cor, podendo ser encontrado em preto, branco, amarelo e rosa, enquanto os earbuds da maçã vêm apenas na cor branca.

Além disso, o acessório da Sony possui mais possibilidades de customização, com três tamanhos de suporte de arco e quatro variações de plugues auriculares de silicone inclusos no kit. Outro item interessante é um cordão que une os dois fones, evitando a perda durante uma atividade física mais intensa, por exemplo.

Funcionalidades

Como dito acima, os AirPods são ideais para o dia a dia, contando com recursos básicos, mas engenhosos. Um deles é a presença dos chips W1, que contam com sensores para detectar quando o fone está no seu ouvido. Caso não estejam, eles param de reproduzir o áudio de forma automática. Além disso, há microfones duplos que detectam a voz do usuário e filtram o ruído externo, permitindo conversar normalmente mesmo em ambientes barulhentos.

Outra funcionalidade interessante é seu pareamento instantâneo com iPhone (iOS). Ao abrir o estojo do fone próximo ao smartphone, imediatamente uma opção surge na tela para conectar os dois dispositivos. Essa tecnologia foi criada pela Apple e está presente também em alguns fones da Beats. Além disso, o modelo é integrado com a Siri e traz sensor de toque, por meio do qual é possível acionar a assistente para realizar comandos de voz.

Enquanto isso, o WF-SP900 vem com duas funcionalidades que certamente agradarão aos nadadores. A primeira é o fato dele ser à prova d’água. O fone possui certificado IPX5/8, o que garante seu funcionamento em mergulhos de até 2 metros de profundidade, incluindo em água salgada. A outra é a memória interna de 4 GB, com capacidade de armazenar até 920 músicas, o que possibilita curtir um som sem precisar estar com o smartphone por perto.

O WF-SP900 também tem sensor de toque, então é possível pausar uma música tocando duas vezes no fone esquerdo ou pular uma faixa dando leves tapas no fone direito, por exemplo. Essas funções são customizáveis no app Sony Headphones Connect.

Qualidade do som

Um das partes mais decepcionantes dos fones de ouvido da Apple, de acordo com o review do TechTudo, é que os graves mais encorpados fazem falta – ausência comum entre os fones cuja estrutura não encobre a orelha em parte ou totalmente. O fato de o produto não possuir qualquer tipo de isolamento de ruído faz com que os graves não tenham presença marcante, praticamente desaparecendo em ambientes com muito barulho.

Além disso, a Apple não divulga oficialmente as especificações técnicas de seus fones de ouvido, como a resposta de frequência e o tipo de driver. Esse tipo de informação é importante para entender a capacidade sonora do aparelho eletrônico.

Já a Sony afirma que o WF-SP900 tem resposta de frequência de 20 Hz a 20.000 Hz e driver do tipo armadura balanceada, que costuma oferecer um som mais claro e detalhado do que drivers dinâmicos. Além disso, seu isolamento acústico é ideal para ouvir música com pouca interferência externa.

Bateria

Quando se trata de dispositivos sem fio, a bateria é um item dos mais importantes. Nesse quesito, os AirPods levam vantagem: uma carga completa deve aguentar até cinco horas de som ou até duas horas de conversação. Já o intra-auricular da Sony tem capacidade de até três horas de reprodução de áudio e máximo de 2,5 horas de comunicação. Se for usado apenas o tocador de música interno, a bateria dura cerca de seis horas.

Ambos os modelos contam ainda com um estojo que serve também como carregador e bateria externa. O dos AirPods permite até 24 horas de recarga enquanto o do WF-SP900 acrescenta 12 horas de uso.

Preço e custo-benefício

Os AirPods têm preço oficial de R$ 1.399, mas é possível encontrar o acessório da Apple por pelo menos R$ 829, segundo o Compare TechTudo. Já o WF-SP900, que será vendido a partir de novembro na Europa, tem preço sugerido de 250 euros (cerca de R$ 1.213, em conversão direta). Ainda não há expectativa de lançamento do produto no Brasil.

Embora ambos contem com recursos interessantes, os preços estão bem salgados para o padrão brasileiro. Uma alternativa é tentar realizar a compra no exterior, ou buscar alguma opção mais em conta, como as que listamos nessa matéria.

Apple EarPods é bom? Vale a pena comprar? Tire suas dúvidas no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.