Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Paulo Alves, para o TechTudo


Donos de celulares antigos rodando as versões 4.1 a 4.3 do Android (Jelly Bean) deixarão de receber as novidades do navegador Chrome. Cerca de 32 milhões de smartphones com estas características serão deixados de lado pelo Google, que aconselhou aos usuários que “pulem para uma versão mais nova do Android para ter certeza de que vão continuar a receber as mais recentes versões e recursos”. A decisão afeta 3,2% da base de telefones Android no planeta.

De acordo com o site especializado BGR, o navegador deve mostrar uma mensagem de alerta, avisando que o aplicativo não pode mais ser rodado na versão instalada do Android. Se a mudança se confirmar, no entanto, nada impede que o usuário acesse a internet com outros navegadores baixados pela Google Play.

O Android Jelly Bean foi lançado há seis anos e é a sexta versão mais usada em aparelhos Android em todo o mundo. Na sequência, aparecem as versões 4.4 KitKat (7,8%), 5.0 Lollipop (18,3%) e 6.0 Marshmallow (21,6%). A segunda mais popular é a 8.0 Oreo (19,2%), lançada em 2017. O Android 7.0 Nougat (29,3%), de 2016, é o que apresenta a maior base instalada do sistema.

Como atualizar o Google Chrome no celular

Como atualizar o Google Chrome no celular

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.