Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Por Paulo Alves, para o TechTudo


O MacBook Air, notebook ultraleve da Apple, ganhou uma nova versão depois de três anos. Seguindo a tradição da linha, com espessura fina e bom poder de processamento, o lançamento se situa entre o MacBook e o MacBook Pro. O computador mantém a tela de 13,3 polegadas, mas traz melhorias no display e no design. Além disso, a máquina apresenta agora traz o Touch ID, leitor de impressões digitais da Maçã, e vem equipada com processador Intel Core i5 de oitava geração.

O modelo começará a ser vendido nos Estados Unidos no dia 7 de novembro por a partir de US$ 1.199. A data de lançamento no Brasil ainda não foi anunciada, mas os valores já aparecem na Apple Store brasileira. A versão de entrada, com 128 GB de armazenamento, custará R$ 10.399, enquanto o modelo com 256 GB terá preço de R$ 11.999.

Quer comprar um notebook barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Ficha Técnica

  • Tela: Retina de 13,3 polegadas (2560 x 1600 pixels)
  • Processador: Intel Core i5 de dois núcleos e 1,6 GHz (Turbo Boost de até 3,6 GHz) com cache L3 de 4 MB
  • Placa de vídeo: Intel UHD Graphics 617 (integrada)
  • Armazenamento: SSD de 128 GB ou 256 GB, com possibilidade de upgrade até 1,5 TB
  • Memória RAM: 8 ou 16 GB LPDDR3
  • Bateria: até 13 horas de duração; consumo de 50,3 watts por hora
  • Teclado: retroiluminado; sensor Touch ID integrado
  • Trackpad: Force Touch
  • Câmera: FaceTime HD de 720p
  • Portas: 2 Thunderbolt 3 (USB-C) compatíveis com recarga, DisplayPort, Thunderbolt (até 40 Gbps) e USB-C 3.1 Gen 2 (até 10 Gbps)
  • Dimensões: 1,56 x 30,41 x 21,24 cm
  • Peso: 1,25 kg
  • Cores: dourado, prateado e cinza-espacial

Design

O MacBook Air 2018 traz um design similar ao adotado pelo MacBook Pro de 13,3 polegadas. No entanto, o Air é mais fino e leve em comparação aos modelos da linha Pro, assim como em relação ao seu antecessor, de 2015. Apesar de trazer as mesmas dimensões de tela, as bordas estão mais estreitas ao redor do painel, que adota uma pintura preta diferente do tradicional prateado presente no notebook até então.

Tela

O display da nova versão não só ocupa um espaço maior, mas também oferece maior qualidade do que antes. O painel IPS LCD traz tecnologia Retina e oferece resolução de 2560 x 1600 pixels e densidade de 227 pixels por polegada, o suficiente para exibir imagens e textos com maior clareza de detalhes. A diferença para a linha Pro tende a ficar apenas na falta da tecnologia True Tone, que ajusta as cores exibidas de acordo com a luz ambiente.

Especificações

O MacBook Air continua com chip Intel Core i5, mas dessa vez com chip de oitava geração. A atualização no hardware deve garantir maior desempenho e, ao mesmo tempo, menor consumo energético. O computador ainda conta com 8 GB de memória RAM e placa de vídeo onboard Intel UHD Graphics 617.

A ficha técnica aponta para uma melhora de performance ao ser comparado com o antecessor, assim como com o MacBook de 12 polegadas. Planilhas, textos, apresentações e navegação na web não deverão ser um problema para o usuário. Por outro lado, algumas atividades de edição de vídeo e imagem também devem ser possíveis, embora com um desempenho inferior em relação ao MacBook Pro.

Recursos e novidades

A principal novidade do computador é a estreia do Touch ID para autenticação biométrica. Posicionado no canto superior direito do teclado, o leitor não integra a Touch Bar, como acontece com o MacBook Pro, deixando para usuários do Air uma fileira de teclas comuns ao lado. Além de facilitar o login sem senha, o recurso pode ser usado para autorizar compras na Mac App Store e desbloquear documentos.

O teclado do computador conta com mecanismo Butterfly (borboleta) de terceira geração. Dessa forma, as teclas deverão oferecer uma resposta menor aos cliques do usuário em favor de um perfil mais fino. Além disso, a novidade deve corrigir problemas encontrados em outros modelos da marca, que já foram motivo de ação coletiva por parte de alguns usuários.

Outro destaque é o trackpad, que passa a contar, assim como o MacBook Pro, com a tecnologia Force Touch. Na prática, usuários poderão interagir em vários níveis de pressão para acessar menus secundários no macOS, além de usar qualquer lugar da superfície para clicar.

Sistema operacional

O novo MacBook Air vem com o macOS Mojave, última atualização da fabricante. A Apple fornece ainda um pacote generoso de aplicativos pré-instalados, como iMovie, GarageBand, Pages, Numbers e Keynote, além dos tradicionais Siri, Safari, Mail e demais programas desenvolvidos pela empresa.

Bateria

A bateria de 50,3 Wh do MacBook Air, segundo a Apple, pode oferecer até 13 horas de duração de reprodução de vídeos do iTunes, ou 12 horas de navegação na Internet usando Wi-Fi. Em modo de espera, a empresa afirma que o computador suporta até 30 dias sem descarregar por completo.

Preço

A Apple começa a vender o MacBook Air 2018 nos Estados Unidos a partir de novembro por US$ 1.199 na versão com 8 GB de RAM e 128GB SSD. Por lá, os usuários terão opção de fazer upgrade para o dobro de memória e armazenamento até 1,5 TB. Todos os modelos trazem o mesmo processador Intel Core i5 de oitava geração.

Até o momento, a loja oficial no Brasil exibe apenas duas versões: uma com 128 GB de SSD por R$ 10.399 e outra de 256 GB pelo preço de R$ 11.999. Os valores podem ter desconto de 10% em pagamento à vista ou podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros, mas a data de início das vendas não foi revelada.

Concorrentes

Vendido por preço no patamar de R$ 10 mil a R$ 11 mil, o MacBook Air concorre, no Brasil, com notebooks como o Dell XPS 13, o HP EliteBook e o Asus UX430. Todos os rivais contam com processadores mais potente, como o Core i7 de oitava geração, além de maior capacidade de armazenamento e, em alguns casos, memória RAM de padrão mais atual.

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

Cinco dicas importantes antes de comprar um notebook

Qual é o melhor MacBook para edição de vídeos? Saiba no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.