Por Julio Puiati, para o TechTudo

20/02/2019 09h00 Atualizado 2019-02-20T12:00:43.858Z


FIFA 19 é simulador de futebol desenvolvido pela EA Sports disponível para PS4, Xbox One, PC, Nintendo Switch, Xbox 360 e PS3. Alguns mitos relacionados à franquia e principalmente ao modo Ultimate Team geram dúvidas nos jogadores. O TechTudo vai desvendar, a seguir, cinco dos maiores mitos e verdades do modo competitivo do game. As explicações podem ajudar você a entender mais a mecânica do game, a ter resultados melhores na Wekeend League e subir de ranking.

Handicap existe?

Mito, porém extremamente contestado por boa parte da comunidade. O handicap, isto é, suposto ''script'' que estaria nivelando partidas online e offline (equipes mais fracas beneficiadas e times mais fortes prejudicados) nunca foi confirmado por parte da desenvolvedora. Usuários casuais, streamers e pro players, no entanto, costumam registrar provas sobre a existência do mecanismo com bastante frequência.

Suponha a seguinte situação: um confronto online entre times de overall 75 e 88. Para deixar a partida mais equilibrada, o handicap faria com que jogadores do time mais forte errassem passes, chutes, marcações, lançamentos e posicionamentos com mais frequência do que os atletas da equipe mais fraca. Apesar das reclamações, nada foi comprovado oficialmente.

Quanto mais vitórias, maior o nível das equipes?

Mito. Muitos jogadores acreditam que, quanto mais vitórias acumuladas na Weekend League, maior o overall dos próximos adversários será. Na verdade, a EA Sports implementou um sistema chamado ''matchmaking'' para o FIFA 19. Os confrontos são formados de acordo com o desempenho dos usuários e suas regiões do planeta, e não pelo nível geral do time.

Por exemplo: usuários brasileiros com cinco vitórias em cinco confrontos disputados enfrentarão players com performance semelhante que estejam situados no continente sul-americano. Isso significa que jogadores com formações nível 78 podem confrontar equipes 84, 86 ou superiores, basta terem frags semelhantes.

Jogadores bronze no banco ajudam?

Mito. Colocar jogadores nível bronze no banco de reservas para diminuir o overall da equipe com o objetivo de enfrentar adversários mais fracos não funciona. Essas cartas reduzem o nível geral do time, mas não influenciam na formação de partidas online.

Isso porque os confrontos da Weekend League são estabelecidos de acordo com o desempenho dos jogadores ao longo do fim de semana e suas respectivas regiões. Embora alguns pro players utilizem cartas bronze em seus esquadrões, essa estratégia não passa de uma superstição.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Química se altera durante o jogo?

Mito. O entrosamento dos jogadores, também conhecido como ''chemistry'', é calculado antes das partidas começarem. Após o início do jogo, os usuários poderão fazer substituições de atletas e alterações nos esquemas táticos, mas isso não aumentará nem diminuirá a química do plantel. Essa dúvida surgiu na comunidade do game, pois muitos usuários exploram a regra para montar equipes perfeitas.

Por exemplo: suponha que um time tenha 100 de entrosamento com N'Golo Kanté escalado como atacante e apenas 96 escalado como volante (sua posição de

... origem). O jogador poderá iniciar a partida com o atleta francês posicionado no ataque para ter química máxima, mas mudá-lo para o seu lugar de ofício quando o duelo começar. Com o jogo em andamento, independente das alterações, a química permanecerá inalterada.

Quanto mais caros, melhores os pacotes

Verdade. Pode parecer óbvio, mas a questão foi oficialmente confirmada com o lançamento de FIFA 19. Agora, no menu de pacotes, os jogadores poderão encontrar as probabilidades de tirar cartas raras no Ultimate Team. Cada pack tem suas próprias estatísticas. Veja a seguir:



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.