Por Michele Corrêa, para o TechTudo

17/03/2019 07h00 Atualizado 2019-03-17T10:00:53.549Z


O Galaxy A9 (2018) é o primeiro celular com câmera quádrupla do Brasil. O smartphone da Samsung aposta na tendência de múltiplas lentes no smartphone e traz um poderoso conjunto fotográfico. Ao todo são um sensor principal de 24 megapixels (abertura de f/1.7), outro de 8 MP com lente grande-angular (f/2.4), um de 10 MP com lente teleobjetiva (f/2.4) e, por fim, uma câmera de 5 MP (f/2.2) com sensor de profundidade.

O smartphone, que já pode ser encontrado por a partir de R$ 2.099, de acordo com o Compare TechTudo, promete diferentes maneiras de tirar fotos, além de recursos exclusivos. Mas o que significa, na prática, ter um celular com quatro câmeras? Entenda, a seguir, o recurso do telefone.

Quer comprar um celular barato? Encontre os melhores preços no Compare TechTudo

Por que câmeras múltiplas em um celular?

A câmera é um componente importante na hora que o consumidor decide comprar um celular. Por conta disso, as fabricantes investem cada vez mais na qualidade das lentes. No entanto, não é apenas a quantidade de megapixels que dita uma boa fotografia.

Os smartphones possuem apenas um conjunto ótico, sem a possibilidade de trocas de lentes como nas câmeras profissionais, por exemplo. Dessa forma, incluir no sistema mais de uma câmera significa ter mais possibilidades de capturas de imagens. Fotografar uma paisagem não é o mesmo que tirar um retrato de alguém e, para cada situação, o ideal é ter sempre uma configuração específica de lente. Ou seja, se há apenas um sensor no celular, provavelmente algum cenário sairá perdendo.

Outro problema que os celulares com câmeras simples enfrentam é a falta do zoom óptico. A aproximação do objeto a ser fotografado pode ser feita de duas maneiras: digitalmente ou com um movimento na lente. O zoom digital apenas “explode” a imagem, alterando-a por meio de software e ocasionando perda de qualidade. Já o zoom óptico acrescenta, de fato, detalhes ao assunto fotografado. Com o uso de várias câmeras integradas essa questão pode ser amenizada. Uma segunda lente pode ser ajustada para um nível de zoom maior, aumentando em duas vezes (expresso por “2x”) a imagem, por exemplo.

Como funcionam as quatro câmeras no Galaxy A9 2018

As múltiplas câmeras de um smartphone podem funcionar simultaneamente. Como explicado, no celular, as câmeras digitais são executadas em um único conjunto de software, e o processamento de imagens é especializado, podendo combinar os pontos fortes das lentes disponíveis. O resultado é uma imagem única, mais nítida do que qualquer uma das câmeras conseguiria obter sozinha.

O Galaxy A9 2018 foi o primeiro smartphone do mundo a possuir o sistema quádruplo de lentes e é um bom exemplo para entender a funcionalidade do conjunto. Das quatro câmeras, a principal possui 24 megapixels e é responsável por compor imagens com maior contraste e luminosidade. A segunda lente é do tipo grande-angular, com 8 megapixels e tem uma abertura focal maior (f/2.4), portanto, garante um campo de visão mais amplo, sendo útil para fotografias de paisagem, por exemplo.

Há ainda a lente teleobjetiva com 10 megapixels, que oferece zoom óptico, sem distorção de imagem, além de aumentar a profundidade de campo, para gerar o famoso efeito bokeh. A última câmera do Galaxy A9 2018 agrega o conjunto com apenas 5 megapixels. Seu objetivo é auxiliar na profundidade da captura, aperfeiçoando a qualidade do desfoque do fundo na função modo retrato.

... >

Para além das quatro câmeras

Para quem achou quatro câmeras pouco, o mercado mobile tem boas notícias: já é possível encontrar celulares com até cinco sensores acoplados. É o caso do Nokia 9 PureView, smartphone com cinco lentes lançado em fevereiro pela fabricante finlandesa. A promessa é de melhora significativa na qualidade da imagem sob qualquer condição de iluminação, ao combinar as capturas simultâneas de todos os sensores. Por enquanto, ainda não há previsão de lançamento no Brasil.

Outro destaque vai para o Honor Magic 2, da Huawei, que possui seis câmeras no total. São três lentes na frente e três atrás, capazes de fazer o efeito bokeh nas selfies, além de oferecer mais precisão na tecnologia de reconhecimento facial da fabricante chinesa.

Qual é o melhor celular grande e com câmera boa? Opine no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.