Por Tainah Tavares, de São Paulo

23/03/2019 21h50 Atualizado 2019-03-24T01:13:03.744Z


A Astralis venceu a Team Liquid e é a grande campeã da BLAST Pro Series São Paulo 2019, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). O time dos dinamarqueses derrotou os norte-americanos por 2-1 e faturou o prêmio de U$ 125 mil (cerca de R$ 488 mil em conversão direta). A disputa aconteceu neste sábado (23), no Ginásio Ibirapuera, na capital paulista. A MIBR, que representou o Brasil com sua line up brasileira, teve um desempenho ruim no campeonato e terminou em último lugar. Veja, a seguir, os destaques da final e a tabela de classificação.

A Liquid teve um reforço importante para o jogo: a torcida brasileira. Além da adversária Astralis ser uma grande oponente da MIBR, os brasileiros têm uma antigo conhecido na line up da Liquid, o jogador Jacky "Stewie2K" Yip. O pro player norte-americano já vestiu a camisa da SK Gaming e da própria Made In Brazil ao lado de Gabriel “FalleN” Toledo e companhia e, por isso, tem muitos fãs por aqui.

O primeiro mapa da série melhor de três (MD3) foi a Dust2, escolha da Liquid. Como terroristas, os norte-americanos venceram o pistol e abriram uma sequência de vitórias. A Astralis pontuou quando o placar estava em 3-1, e depois disso apareceu no jogo. O primeiro half foi disputado: terminou em para 8-7 para Liquid. A partida permaneceu equilibrada na troca de lados, mas no fim os americanos levaram a melhor com 16-13. Destaque para Nicholas "nitr0" Cannella.

O segundo mapa foi a Inferno, um dos cenários onde a Astralis é mais forte. Não à toa, os dinamarqueses dominaram o jogo. Depois de vencer o primeiro pistol como terroristas, a Astralis seguiu invicta até o décimo round. Antes do fim do primeiro half, a Liquid diminuiu a diferença para 11-4. O mapa terminou em 16-8 para as Astralis, com destaque para Lukas "gla1ve" Rossander.

A série MD3 chegou ao terceiro mapa, Overpass. A Astralis, no entanto, dominou a partida. Ao fim do primeiro half, os dinamarqueses conseguiram vantagem de 13-2 pelo lado terrorista. Mesmo com o apoio da torcida brasileira, a Team Liquid não conseguiu se recuperar e o jogo terminou em 16-2 para os dinamarqueses.

Campanha da MIBR

A line up brasileira chegou ao torneio com sede de vencer em casa. A MIBR, no entanto, fez uma campanha desastrosa no campeonato. Dos cinco jogos da primeira fase, os brasileiros perderam todos e amargaram a última posição na tabela de classificação final.

A BLAST SP foi o terceiro campeonato que a nova line up da MIBR participou. A estreia da equipe foi no Intel Extreme Masters (IEM) Katowice Major 2019, onde o time fez boa campanha e terminou na terceira/quarta posição. Em seguida, os brasileiros participaram na WESG. Mas, apesar de chegarem favoritos, caíram nas quarta de final para a Windigo.Gaming.

Além da MIBR, Astralis e Team Liq

... uid, FaZe Clan, Ence Esports e Ninjas In Pyjamas também participaram da BLAST SP. Confira a tabela de classificação final e a premiação por colocação.

A BLAST Pro Series é uma liga de torneios do CS:GO que surgiu em 2017 e, de lá para cá, passou por diversas cidades do mundo. A edição de São Paulo foi a primeira a acontecer em solo brasileiro e premiou o total de US$ 250 mil (aproximadamente 956 mil em conversão direta).

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.