Por Filipe Garrett, para o TechTudo

20/04/2019 08h00 Atualizado 2019-04-20T11:00:59.926Z


A placa-mãe é uma parte essencial do computador, onde todos os outros componentes que formam o PC ficam unidos entre si. Por isso, saber escolher um bom modelo é essencial para quem deseja montar o melhor dispositivo possível gastando menos dinheiro. Essa situação pode ser observada, por exemplo, em placas com soquete AM4, voltadas para os processadores da AMD. uma simples opção de tipo de chipset pode acabar restringindo a quantidade de memória RAM, suporte a overclock ou mesmo a quantidade de USBs disponíveis na placa.

Pensando nisso, o TechTudo separou algumas opções de placa-mãe disponíveis no Brasil que são compatíveis com processadores Ryzen da AMD.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

ASRock A320M – a partir de R$ 300

A placa da ASRock tem formato micro-ATX e usa o chipset A320 da AMD, direcionado para computadores mais simples. Embora tenha formato compacto e menos recursos, a placa é compatível com qualquer processador e APU recente da AMD com o encaixe (soquete) AM4.

Do ponto de vista gamer e de quem considera comprar um processador mais caro entre os Ryzen, o maior sacrifício é a falta de suporte a overclock. De resto, a placa tem dois slots para memória DDR4 com capacidade máxima para gerenciar 32 GB (dois pentes de 16 GB em dual-channel). Com relação aos slots, são um PCIe x16 de terceira geração e um PCIe x1 de segunda geração, com suporte ao uso de SSD NVMe para inicialização do sistema.

A placa A320M tem ainda quatro conectores SATA 3 para discos e SSDs, além de uma interface M.2 para esse formato de SSDs. Além disso, o dispositivo vem com HDMI, D-Sub, 2x USB 2.0, 4x USB 3.1 Gen1 e uma porta de rede, mas não traz Wi-Fi e Bluetooth integrados.

MSI B350 Tomahawk – a partir de R$ 600

A placa da MSI usa o chipset B350 da AMD, mais avançado do que o A320, encontrado em placas mais baratas. A principal diferença aqui é que a placa da MSI, assim como qualquer outra com o B350, permite que o usuário realize overclock em seu processador. Embora a técnica ofereça riscos e possa ser intimidadora para iniciantes, há a possibilidade de ganhar alguma performance por meio desse tipo de intervenção.

No restante, a placa oferece quatro slots para memória DDR4, suportando um total de 64 GB. Nos gráficos, ela vem com PCIe x16 de terceira geração, slot PCIe x16 2.0, dois slots PCIe x1 2.0 e dois PCI comuns. Além de placas gráficas, essas interfaces permitem o uso de SSDs. Para armazenamento, são seis SATA 3.0 e uma porta M.2. Com 2x USB 2.0, porta VGA, HDMI, DVI-D, 3x USB 3.1 Gen1, USB-C e porta Ethernet, a MSI B350 Tomahawk ainda tem seis saídas de som.

ASUS Prime B450M-A – a partir de R$ 500

O chipset AMD da B450, plataforma intermediária para placas médias, dá ao modelo da Asus suporte a overclock. A Prime B450M-A permite o uso de 64 GB de DDR4, distribuídos em seus quatro slots. Para expansão, a placa oferece um slot PCIe x16 3.0, um PCIe x16 3.0 (com operação em x8 vias), além de um terceiro PCIe x16 para operação em x4 vias. Por fim, há dois PCIe 2.0 x1, que permitem a instalação de placas de vídeo, SSDs PCIe e outras placas periféricas.

Em termos de interfaces de armazenamento, são quatro portas SATA 3, além de um soquete M.2 para SSDs SATA ou NVMe nesse formato. No painel traseiro da placa, estão uma porta HDMI, DVI-D, D-Sub, Ethernet, conectores de áudio, quatro USB 3.0 e duas USB 3.1 Gen2.

... udo">

Biostar Racing X370GTN – a partir de R$ 725

Agora, saímos dos chipsets de entrada para a plataforma X370 da AMD, mais direcionada a instalações top de linha. Assim como os modelos anteriores, placas baseadas nesse chipset permitem overclock, mas também apresentam outras vantagens, como suporte a mais portas USB e SATA, além da capacidade de operar com placas de vídeo em CrossFire ou SLI.

O modelo da Biostar permite a instalação de até 32 GB de RAM DDR4 em seus dois slots e possui apenas um barramento PCIe x16 de terceira geração. Para armazenamento, são quatro portas SATA 3, além de um slot M.2 para SSDs compactos, tanto com padrão SATA como NVMe. Nas interfaces, a placa fica com 1x USB-C, USB 3.1 Gen2, 4x USB 3.1 Gen1 e uma USB 2.0. Há ainda saídas HDMI e DVI-D, cinco portas de áudio, Ethernet e porta S/PDIF.

Gigabyte Aorus AX370 – a partir de R$ 1.200

Também equipada com o chipset X370 da AMD, a Gigabyte Aorus é uma placa gamer que emprega materiais de maior qualidade e se destaca pela oferta de mais interfaces PCIe, além de mais espaço para memória RAM: são quatro slots e até 64 GB de DDR4. Em termos de expansão, a placa conta com um PCI Express x16, PCIe x16 (operando em x8) e mais um PCIe x16 (operando em x4), restando ainda outros três slots PCIe x1. Como a plataforma X370 permite várias placas, a Aorus possibilita o uso de múltiplas GPUs.

Já para armazenamento, o modelo da Gigabyte é bem servida com oito portas SATA 3, dois SATA Express, conector U.2, além de porta M.2 para SSDs SATA ou NVMe. A Aorus AX370 tem ainda HDMI, USB-C, três USB 3.1 Gen2, 6x USB 3.1 Gen1, duas interfaces de rede RJ-45, saída S/PDIF e cinco conectores de som.

MSI X470 Gaming Plus – a partir de R$ 999

Versão revisada do X370, o X470 é o chipset mais avançado da AMD atualmente para placas com soquete AM4 e compatível com os processadores Ryzen. A plataforma suporta overclock e múltiplas GPUs, além de dar o mesmo acesso a várias interfaces de expansão USB e SATA, disponível nas placas X370.

Além disso, aplicação da MSI da plataforma vem com quatro slots para RAM DDR4, permitindo a instalação de um total de até 64 GB. Para expansão, são dois PCIe 3.0 x16 (característica que a torna superior à Aorus), um terceiro PCIe x16, que opera em quatro vias, além de outros três PCIe x1 de segunda geração. No armazenamento, são seis portas SATA 3 e duas interfaces M.2. Já no painel traseiro, a placa vem com HDMI, 4x USB 3.1 Gen1, 2x USB 3.1 Gen2, 2x USB 2.0, DVI-D, saída S/PDIF, além de conectores de som.

Asus ROG Strix X470-F – a partir de R$ 1.500

O modelo da Asus está entre as mais avançadas para Ryzen e APUs de última geração da AMD. Usando o chipset X470, a placa vem com quatro slots de memória RAM DDR4, capazes de funcionar com até 64 GB. Em termos de expansão, são duas PCIe x16 de terceira geração (operando em x8), um PCIe 3.0 x16 (em x16), slot PCIe 3.0 x16 (em x4) e um trio de PCIe x1 para placas menores.

No quesito armazenamento, o usuário encontra seis portas SATA 3, além de dois conectores M.2 para SSDs. Já no painel traseiro, o modelo da Asus vem equipado com 6x USB 3.1 Gen1, HDMI e DisplayPort, 2x USB 3.1 Gen2, Ethernet e saídas de áudio em oito canais com assinatura SupremeFX.

Qual placa-mãe comprar? Comente no Fórum do TechTudo



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.