Por Victor de Abreu, para o TechTudo

21/04/2019 20h05 Atualizado 2019-04-21T23:05:43.240Z


A FURIA Esports foi derrotada pela equipe da AVANGAR, do Cazaquistão, na grande final da DreamHack Open Rio 2019 de Counter-Strike:Global Offensive (CS:GO), em uma série equilibrada. Após sair da fase de grupos com a segunda colocação, a equipe brasileira chegou aos playoffs com uma nova postura, derrotou a também brasileira Sharks Esports na semifinal, mas acabou levando a virada na série para a AVANGAR por 2-1. O evento começou na sexta-feira (19) e teve a grande final neste domingo (21), no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro.

A AVANGAR, que já havia derrotado a Valiance, da Sérvia, pelas semifinais, leva para casa a premiação de US$50 mil, cerca de R$196 mil, enquanto a FURIA fica com a premiação de US$20 mil, cerca de R$78 mil. A seguir, você confere os detalhes da grande final da DreamHack Rio entre FURIA e AVANGAR.

Primeiro mapa (Vertigo)

Mapa mais novo do competitivo de CS:GO, a Vertigo fez sua segunda aparição na DreamHack. A primeira havia sido exatamente com a FURIA dominando a Sharks em sua partida nas semifinais. Contra a AVANGAR, ela voltou a mostrar que estava muito adaptada ao novo mapa e não deu chances para seus adversários. Com atuação excelente de Yuri 'yuurih' Santos, que conseguiu um rating 2.0 de 2.32, a FURIA não tomou conhecimento da AVANGAR e fechou a conta com um tranquilo 16-2.

Segundo mapa (Inferno)

O equilíbrio entre as duas equipes apareceu na Inferno. No primeiro half, após dois rounds seguidos da FURIA, Sanjar "SANJI" Kuliev liderou a AVANGAR para dar início a uma boa recuperação. A equipe do Cazaquistão trabalhou bem as entradas dos bombsites e tomou a liderança da metade, fechando em 9-6. Na virada de lados, a FURIA não conseguiu se recuperar, chegou a se aproximar de diversos clutches, que poderiam virar a partida, mas a AVANGAR soube aproveitar a vantagem e venceu o segundo mapa em 16-8.

Terceiro mapa (Train)

O último jogo da DreamHack Rio ocorreu na Train. A FURIA iniciou dominando o primeiro round pistol e adquiriu uma boa vantagem inicial. A AVANGAR ainda conseguiu aproveitar de alguns erros da equipe brasileira, mas não foi o suficiente para virar o placar, que finalizou em 10-5 na primeira metade. Na virada de lados, a AVANGAR conseguiu a recuperação e

... por muito pouco não fechou a série. A FURIA acordou e forçou o overtime, 15-15. Infelizmente, o momento era da equipe do Cazaquistão, que manteve a boa atuação e fechou a conta em 19-16.

Logo abaixo, você confere a tabela com a classificação completa da competição e a premiação que cada equipe participante recebeu:

Via Hltv e Liquipedia



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.