Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Pesquisadores da Universidade de McGill, no Canad?, descobriram um jeito de gerar curtidas falsas em conte?dos com o bot?o "like" do Facebook?sem uso de perfis fake, botnet ou spammers. O estudo, publicado no site da Universidade Cornell, Estados Unidos,?revela que a rede social foi avisada sobre o problema h? mais de dois anos, mas at? agora o bug n?o foi corrigido.

Recurso 'Contatos confi?veis' ajudam o usu?rio a recuperar a senha do Facebook (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo) (Foto: Recurso 'Contatos confi?veis' ajudam o usu?rio a recuperar a senha do Facebook (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo))Facebook ? v?tima de seu pr?prio c?digo com sistema de curtidas com bugs (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

Gerando curtidas falsas

Segundo o estudo (arxiv.org/pdf), o m?todo desenvolvido pela equipe da McGill usa mecanismos j? existentes no Facebook, n?o necessitando de qualquer aplica??o de terceiros ou pessoas. Funciona da seguinte forma: Em blogs e sites que contam com um bot?o "curtir" e um contador, ? poss?vel aumentar o volume de likes neste determinado artigo com um truque simples.

Para fazer isso, quem quer falsificar curtidas primeiramente compartilha um artigo na Linha do Tempo colando sua URL. No exemplo abaixo, note que o link est? com 653 likes no bot?o do Facebook.

Artigo com n?mero de curtidas antes da t?cnica fraudulenta (Foto: Reprodu??o/Raquel Freire)Artigo com n?mero de curtidas antes da t?cnica fraudulenta (Foto: Reprodu??o/Raquel Freire)

Feito isso, basta comentar ?aaa? no post. Ao atualizar a p?gina do artigo, no site em que o golpista deseja aumentar as curtidas, o n?mero de likes cresce em um ? neste exemplo, pula para 654.?

Com post j? publicado no Facebook, likes de artigo aumentam (Foto: Reprodu??o/Raquel Freire)Com post j? publicado no Facebook, likes de artigo aumentam (Foto: Reprodu??o/Raquel Freire)

Mesmo que o post seja deletado do Facebook em seguida, a curtida permanece no contador de likes do artigo. Isso pode ser feito indefinidamente, de forma que o conte?do ter? v?rios likes falsos.

A situa??o pode ficar ainda pior e esse processo pode ser automatizado atrav?s da API do bot?o Curtir do Facebook. Os desenvolvedores precisam incluir apenas 20 linhas de c?digo Python. Neste caso, s?o geradas automaticamente tr?s curtidas fict?cias de uma vez, o que significam 20 likes por minuto.

Problema antigo

Fraudes envolvendo curtidas t?m sido combatidas pelo Facebook h? muito tempo. O recurso ? bastante usado por marcas e celebridades para impulsionar suas publica??es, j? que a rede social restringe a visualiza??o dos posts a um pequeno n?mero de f?s. A limita??o foi criada para vender an?ncios e posts pagos, modelo de neg?cio do Facebook.

Em outubro do ano passado, o Facebook chegou a emitir uma nota oficial (facebook.com/notes/facebook-security/) sobre a situa??o. O comunicado dizia (em tradu??o livre): ?N?s criamos regras e usamos aprendizagem autom?tica para capturar comportamento suspeitos que chamam aten??o. Quando identificamos atividade fraudulenta, trabalhamos para combat?-la e evit?-la, incluindo o bloqueio de contas e a remo??o de curtidas falsas todas de uma vez?, explica.

A falha foi relatada ao Facebook em 15 de fevereiro de 2013. A rede social retornou em 4 de mar?o do mesmo ano, reconhecendo o bug. Entretanto, a equipe de desenvolvimento afirmou que no momento precisaria de tempo e pesquisa para corrigir o erro nas linhas de c?digo do Facebook. A universidade fez atualiza??es e relan?ou o estudo neste m?s de mar?o, dois anos depois do primeiro alerta.

Via?Universidade Cornell e Business Insider

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.