Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Secret, aplicativo para compartilhar segredos anonimamente surgido há pouco mais de um ano, vai chegar ao fim. O anúncio foi feito pelo CEO e co-fundador do programa, David Byttow, no Twitter. Tão popular quanto polêmico, o app chegou a ser proibido no Brasil pelas ocorrências de cyberbullying, além de ser usado frequentemente para reprodução de conteúdo de baixo calão ou pornográfico.

Como usar o Happn, rival do Tinder que está fazendo sucesso no Brasil

Secret Smart Mão (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)CEO do Secret anuncia fim do aplicativo para os próximos dias (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)

O término do serviço já era especulado há algum tempo, mas a confirmação veio nessa quarta. “Com o coração pesado, eu decidi encerrar o Secret, fechar a companhia e devolver o dinheiro restante”, escreveu Byttow em seu tuíte.

Qual é a sua rede social favorita? Comente no Fórum TechTudo

Ele contou que o aplicativo já foi removido da App Store e que está tomando as medidas para excluir permanentemente todo conteúdo em breve. Desde o lançamento, em fevereiro de 2014, a aplicação para Android e iOS angariou cerca de US$ 35 milhões em financiamento.

Pelo Twitter, David Byttow anuncia encerramento do app Secret (Foto: Reprodução/Twitter)Pelo Twitter, David Byttow anuncia encerramento do app Secret (Foto: Reprodução/Twitter)

A proposta do app era servir de espaço dividir segredos próprios sem ser identificado. Mas, na prática, não era assim que o Secret era usado. “Certa vez, meu pai me disse que a arte de ir a uma festa é saber quando sair. Isso é certamente ressoou em mim nos últimos dias”, comentou o co-fundador em outra postagem no microblog.

Via Cnet e Twitter

 

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.