A Xiaomi anunciou o lançamento da Mi Band no Brasil. Com preço de R$ 95, o acessório compatível com Android e iPhone pode registrar seus movimentos, passos ao longo do dia em caminhadas e corridas, além de monitorar a qualidade do sono do usuário. Por menos de R$ 100, a Mi Band é a pulseira fitness mais barata do mercado nacional.
Mi Band vale a pena? Conheça as funções da pulseira da Xiaomi O produto começará a ser comercializado pela Xiaomi quando a empresa atingir um determinado volume de tuítes com o termo “#CadaTweetConta”. Um site foi criado para acompanhar a ação, mostrando uma Mi Band sendo carregada a cada mensagem contendo a hashtag escolhida para a campanha.
Pulseira fitness se conecta a smartphones via Bluetooth e oferece outros recursos, além da monitoria da performance em exercícios (Foto: Divulgação/Xiaomi)
Xiaomi no Brasil: vale a pena comprar? Opine no Fórum do TechTudo.
Quando atingir o número de mensagens desejadas, as vendas serão liberadas no site oficial da Xiaomi para o mercado brasileiro. Segundo Gabriela Viana, diretora de marketing da Xiaomi no país, o lançamento via Twitter é uma forma de reforçar a ideia de vida saudável gerada pelo uso desse tipo de acessório. “A ideia é ter a ajuda dos Mi Fãs para ampliar essa mensagem e desbloquear as vendas”, disse. A Mi Band é compatível com Android (no mínimo versão 4.4) e iPhones por meio do Bluetooth. As informações de telemetria coletadas pela pulseira são disponibilizadas no aplicativo Mi Fit, que ajuda o usuário a seguir seu desempenho em atividades físicas. Além de registrar a performance física do usuário em exercícios e nas atividades do cotidiano, a pulseira pode ser configurada para vibrar ao ...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.