O Brasil foi desclassificado do International Wildcard All-Star, a “Copa do Mundo” de League of Legends, pela Turquia. O time, formado apenas por estrelas das equipes nacionais, perdeu de 16×0, após vencer contra as seleções do Japão e da América Latina. O torneio é realizado na Austrália e vale vaga para a etapa final, nos Estados Unidos.

Como fazer talentos em League of Legends e melhorar habilidades

A equipe brasileira era formada por Pedro “LEP” Marcari (que joga no “Top” da KaBuM! Orange), Gabriel “Revolta” Henud (selva da INTZ), Gabriel “Kami” Santos (mid da paiN Gaming), Felipe “brTT” Gonçalves (atirador na paiN Gaming), Caio “Loop” Almeida (suporte da INTZ), além de Leonardo “Alocs” Belo, atualmente sem equipe no Brasil e que estava na reserva.

Seleção brasileira de LoL no Wildcard All-Stars (Foto: Divulgação/brTT)

O grande problema da equipe brasileira foi a falta de um entrosamento maior, já que a escalação foi feita por votação dos fãs via Internet, e não pela Riot ou por algum tipo de comissão técnica. Assim, jogadores que não estão acostumados a jogar juntos pela mesma equipe tiveram certa dificuldade de mos

... trar todo o seu potencial.

Qual é o melhor jogo: DotA ou LoL? Opine no Fórum do TechTudo.

A seleção também não contou com técnico escalado, o que pode ter prejudicado algumas possíveis táticas e estratégias pensadas por quem está de fora das partidas.

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.