Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Há muitas razões para que você faça um esforço e reduza o consumo de gás na sua cozinha. Além de evitar problemas ao meio ambiente, você diminui os custos da sua conta no final do mês. Para isso, há algumas dicas para economizar tanto o gás quanto o seu dinheiro!

O primeiro passo é pesquisar qual estabelecimento vende o botijão de gás mais barato para que você possa comprar um produto de qualidade com preço baixo. Uma vez feito isso, muitas são as formas de economizar.

Confira a lista abaixo!

1. Deixe seu forno mais eficaz

O preaquecimento é importante para chegar à temperatura ideal para algumas coisas que for assar, mas não precisa fazer isso durante muito tempo. Preaqueça o forno a cerca de 200ºC por cerca de 10 minutos, pois isso já é o suficiente. Depois, regule para a temperatura da receita, é claro.

No caso de pães, por exemplo, isso é mais crítico, já que o forno precisa estar bem quente antes. Mas isso não é necessário para todos os alimentos. Então, verifique o modo de preparo do que pretende assar para verificar se há essa necessidade.

Usar o forno da forma mais eficiente o possível, como cozinhar mais de uma coisa ao mesmo tempo, por exemplo, também é aconselhável. No entanto, atente-se em cozinhar tudo corretamente, pois quando há mais de um recipiente no forno o cozimento pode tornar-se mais lento, uma vez que o calor é distribuído.

Para os pequenos pratos, utilize o micro-ondas, pois isso também irá poupar gás. Estima-se que você pode reduzir em até 80% o tempo de cozimento quando se utiliza o micro-ondas em vez do forno.

Tente não abrir a porta do forno durante o cozimento, se possível, pois o calor perdido pela abertura da porta faz com que o eletrodoméstico precise de mais tempo e gás.

2. Use as panelas certas para cada boca do fogão

Se o seu fogão tem bocas e queimadores de tamanhos diferentes, escolha o tamanho que seja apropriado para a panela que você irá usar. Uma panela com apenas 2 cm menor ou maior do que os limites da boca desperdiça até 40% do calor do cozimento e, consequentemente, o gás de cozinha.

Ajuste sempre a chama ao tamanho do fundo da panela; não ligue o fogo tão alto ao ponto que as chamas fiquem para fora do utensílio. Uma outra dica é diminuir o tempo de cozimento com o uso de tampas. Ao tampar a panela, você mantém o calor dentro do recipiente, economizando no gás e deixando os alimentos, muitas vezes, mais saborosos.

3. Faça a manutenção do eletrodoméstico

Limpe as bocas e queimadores do seu fogão com frequência, impedindo que eles tornem-se bloqueados com alimentos e cinzas – o que pode reduzir a eficiência do aparelho.

O correto é que a chama esteja azul, o que indica uma boa combustão de gás no queimador e maior agilidade no cozimento. Se estiver amarela, há um problema com a combustão e pode ser necessário que o eletrodoméstico seja visto por um profissional, uma vez que você estará perdendo tempo, gás e dinheiro com o produto nesse estado.

4. Troque as panelas muito tortas

Sabe aquelas panelas antigas que estão gastas e com o fundo torto, mas que você insiste em manter? Está na hora de trocá-las! As panelas com o fundo plano distribuem melhor o calor da chama que vem do seu fogão, uma vez que ela fica bem adaptada à grade do eletrodoméstico.

Já as panelas com fundo inclinado são o contrário, não assentam-se corretamente no fogão e, assim, distribuem de maneira não uniforme o calor das chamas, levando a um cozimento ineficiente e um aumento no desperdício de gás.

5. Feche as janelas ao redor do fogão ao usá-lo

Muitas cozinhas, principalmente as de apartamento, por necessidade de se adaptar a uma planta pequena, geralmente ficam entre uma janela e uma porta, o que leva à formação de uma corrente de ar. Uma dica simples, mas que ajuda na economia do gás, é impedir essa corrente.

Feche a janela ou a porta na hora de cozinhar. Dessa forma, você previne que um possível vento apague as chamas da boca do fogão, evitando o vazamento de gás. Ou, ainda, impede que o tempo para cozinhar os alimentos seja maior do que deveria, aumentando a conta no fim do mês.

6. Sincronize as refeições

Você tem uma família grande e cada um faz suas refeições em um horário, levando a um reaquecimento dos alimentos para cada um? Sincronizar as refeições para um mesmo horário é uma maneira simples para economizar no consumo de gás!

Além de evitar esse reaquecimento repetidas vezes, você estabelece um vínculo maior com quem você ama, compartilhando um bom momento e colocando o papo em dia. São muitos benefícios em um!

7. “Mise en place”

O termo francês mise en place, que significa “colocar em ordem, fazer à disposição”, significa algo que deve estar presente na hora de preparar as refeições na sua cozinha: deixar todos os alimentos descascados, cortados e organizados, prontos para sere preparados.

Isso poupa tempo na hora de cozinhá-los. Do contrário, você deixaria a chama acesa enquanto ainda iria prepará-los para ir à panela, desperdiçando gás. Seguindo o termo, você mantém a cozinha mais ordenada e a comida no prato mais rápida.

8. Água na medida certa

Não exagere na quantidade de água ao cozinhar um alimento e não o deixe na fervura mais tempo que o necessário. Uma quantidade maior de água leva também a um maior tempo para levantar fervura e, assim, para cozinhar o alimento.

Portanto, use somente o necessário para que o processo seja mais rápido, pois isso evita o desperdício de gás. Lembre-se também de que assim que levantar fervura, deve-se abaixar o fogo. Após esse processo de ebulição, não fará diferença no cozimento manter o fogo alto como antes.

O gás ainda é o combustível mais comum na hora de cozinhar os alimentos, estando presente no dia a dia para a execução de muitos pratos e refeições. À medida que o preço de energia continua a aumentar, o mesmo acontece com o custo para essas necessidades diárias, e muitas famílias estão procurando maneiras de reduzir os custos desses produtos.

Com essas dicas para economizar no consumo de gás de cozinha, você pode desenvolver bons hábitos que serão vantajosos para o meio ambiente e para o seu bolso. São atitudes simples, mas que geram um grande benefício no fim das contas.

Restou alguma dúvida ou possui outras sugestões? Deixe seu comentário!

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.