A MIBR perdeu para a Gambit Esports em sua estreia na ESL Pro League Season 13, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO). A série melhor de três partidas (MD3) ocorreu na manhã desta sexta-feira (19) e foi válida pelo Grupo C da competição. Os brasileiros não conseguiram fazer uma boa apresentação no primeiro mapa, mas se recuperaram após um acirrado segundo confronto. No terceiro e decisivo mapa, a Gambit conseguiu conter o bom começo da MIBR e confirmou sua vitória por 2-1 na série. As parciais foram de 16-9, na Inferno, e 13-16, na Overpass, e 16-8, na Train.

Apesar da derrota, a MIBR ainda tem outras oportunidades de adquirir a pontuação necessária para buscar a classificação aos playoffs. Sua próxima série acontece neste sábado (20) às 15h, horário de Brasília, contra os brasileiros da Team oNe. Vale lembrar que a mesma Team oNe estreia ainda nesta sexta-feira (19) em confronto contra a também brasileira FURIA Esports, às 15h. A transmissão do torneio está sendo realizada pelos canais oficiais da ESL na Twitch TV.

Quer comprar jogos, consoles e PCs com desconto? Conheça o Compare TechTudo

A MIBR escolheu a Inferno como primeiro mapa da série. O começo como TR foi difícil para os brasileiros, que até encontraram a vitória no primeiro round armado, mas viram os russos se recuperarem rapidamente em um round econômico e emplacarem uma sequência de vitórias nessa primeira metade, chegando ao 9-1 no marcador. A MIBR interrompeu essa sequência graças à boa jogada de Daniel "danoco" Morgado no Meio e encontrou espaços para se aproximar no placar. Infelizmente, ela parou no sólido lado CT da Gambit, que fechou esse half em um largo 12-3.

Na virada de lados, foi a vez da MIBR mostrar um bom lado CT ao vencer sem maiores dificuldades o segundo round pistol. Apesar da derrota em um round econômico da Gambit, os brasileiros não desanimaram e assustaram os russos ao fazer cinco rounds em sequência e voltar de vez para o jogo. No entanto, a Gambit só precisava de três rounds para a vitória, foi capaz de frear a recuperação da MIBR, administrar sua vantagem nessa reta final e, com bons avanços no Bombsite B, confirmar sua vitória em 16-9.

O segundo mapa da série foi a Overpass, escolha da Gambit, mas foi a MIBR que controlou o jogo no começo. Com um bom lado CT e belas jogadas de Marcelo "chelo" Cespedes, a equipe brasileira buscou uma boa vantagem no marcador. A Gambit teve a oportunidade de quebrar o bom momento da MIBR, mas a boa decisão de Bruno "shz" Martinelli de segurar sua arma em um round praticamente perdido e levá-la para o round econômico seguinte surtiu efeito e manteve a MIBR à frente no placar. Os russo ainda encontraram dois rounds no final e diminuíram o prejuízo para 10-5.

Na virada de lados, a Gambit iniciou a recuperação com seu forte CT na Overpass. Após vitória no segundo round pistol, os russos passaram a controlar o confronto sem dificuldades, chegando a vencer diversos rounds sem perder único jogador sequer e com o jogador Dmitry "sh1ro" Sokolov acumulando abates atrás de abates. Ricardo "boltz" Prass ainda fez um 3K para interromper essa recuperação e trazer o 11-9 para a MIBR e equilibrar de vez o confronto. Nesse cenário, melhor para os brasileiros, que se encontraram como TR e voltaram a controlar a Overpass até fechar o mapa em 16-13.

Por fim, na Train, a MIBR teve um bom começo como TR. O primeiro susto, no entanto, já veio no terceiro round. A Gambit fazia um round econômico e conseguiu ficar na vantagem de cinco jogadores contra três, mas os brasileiros sobreviveram e se mantiveram firmes com a vantagem. Apesar da vitória no primeiro armado, a MIBR não conseguiu resistir como TR e viram a Gambit começar a encaixar seus rounds como CT e buscar o empate em 4-4.

... A virada chegou para os russos, que passaram a dominar a Train e emplacar uma sequência de vitórias, até fazer o 8-4 no marcador. A MIBR conseguiu apenas um round e foi derrotada nessa metade por 10-5.

No segundo round pistol, a Gambit fez um avanço confuso para o Bombsite B, acabou se saindo melhor no round e ficando com a vantagem no começo dessa metade. O jogo começou a desandar para os brasileiros, que viram a distância para os russos crescer a cada round e chegar a 13-5 no marcador. A vitória em um round armado ainda deu espaço para a MIBR começar a crescer no confronto, mas já era tarde demais. A Gambit confirmou o bom momento que vive no cenário de CS:GO, não largou sua vantagem e fechou a Train em 16-8 para estrear com vitória na competição.

A ESL Pro League Season 13 é um dos torneios mais importantes do cenário competitivo de CS:GO. Sua nova temporada conta com uma premiação total de US$ 750 mil (cerca de R$ 4 milhões) e tem sua decisão marcada para o dia 11 de abril. Além das equipes brasileiras, a competição ainda tem a presença da Team Liquid, de Gabriel "FalleN" Toledo, e da Evil Geniuses, de Wilton "Zews" Prado, no Grupo D, e contou com a FaZe Clan, de Marcelo "coldzera" David, que já foi eliminada no Grupo B.

Com informações de HLTV e Liquipedia



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.