A Arduino Uno (ou Genuino Uno) é a nova placa criada para quem quer aprender a criar eletrônicos e mexer com programação. Ela usa um processador de 16 MHz, oferece conexão USB, conta com 14 pinos de entrada e saída para conexão digital com periféricos, ICSP, entrada para energia e um botão reset. Com preço mais baixo e maior versatilidade, a Arduino One é vista como uma placa de entrada no mundo dessa tecnologia.

Arduino ‘baratinho’ brasileiro promete ensinar programação nas escolas

A Arduino Uno custa € 20 (R$ 84, em conversão direta) e pode ser comprada por brasileiros no site europeu da iniciativa. Os custos de envio do produto ao nosso país são de € 21,66 (R$ 91,60). Com o frete custando mais do que a placa, fica a pergunta: vale à pena considerar a nova Arduino Uno?

Arduino Uno (ou Genuino Uno) é a nova versão da placa desenvolvida para criadores (Foto: Divulgação/Arduino)

Para responder se vale à pena adquirir a nova Arduino, o usuário precisa determinar antes o tipo de aplicação que pretende dar ao dispositivo. Embora seja voltada para iniciantes e para quem está aprendendo, a Arduino 101 pode ser aplicada numa série de projetos mais audaciosos: tudo depende do tipo de aplicação, dos componentes e do nível de conhecimento técnico de quem vai utilizar a placa.

Quem realmente busca aprender a mexer com a plataforma pode considerar um investimento um

... pouco maior no Arduino Starter Kit, que conta com uma Arduino 101, mais de 150 peças e componentes para criar diversos produtos, além de um guia completo de tutoriais para iniciantes. O custo do kit completo é de € 79,90 (R$ 337).

Existe curso para aprender a mexer com Arduino na Internet? Descubra no Fórum do TechTudo.

Via Arduino

 



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.