Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

Lego Worlds foi disponibilizado para PC via “acesso antecipado”, mas ainda não foi lançado oficialmente. Por conta disso, a Warner e a Traveller’s Tales mostraram as novidades do game na E3 2016, que agora tem novos modos de construção e multiplayer – tudo para deixá-lo ainda mais parecido e competitivo com seu principal rival, Minecraft. Saiba mais no nosso teste:

Jogamos a demo de Resident Evil 7, game apresentado na E3 2016

Agora com suporte totalmente online, LEGO Worlds passa a levar a sério seu próprio nome. Ao se unir a amigos e desconhecidos pela rede, os jogadores terão a opção de construir juntos, participar de eventos em grupos ou até mesmo criar conflitos, de acordo com a liberdade que o game eventualmente proporcionar.

 Lego Worlds PC (Foto: Divulgação/Lego Worlds)Lego Worlds chega para concorrer com Minecraft no PC (Foto: Reprodução/Lego Worlds)

O multiplayer online também abre a possibilidade da criação de comunidades para o jogo. Quando testamos na estação propícia na E3, tivemos a oportunidade de jogar com cinco outras pessoas na mesa ao redor, cada uma em um computador. A interação era em tempo real e, enquanto construímos um pequeno sofá para a casa do cenário, outra pessoa estava coletando itens para poder carregá-lo para dentro.

A comunicação era feita por chat em texto ou via voz, se o jogador tiver o equipamento correto para isso, claro. Mas nada que impeça de verdade a comunicação, caso o usuário não queira interagir a partir de alguma outra forma – como usar os “emotes” do game ou desenhar um recado, por exemplo.

Lego Worlds  (Foto: Tais Carvalho/TechTudo)Lego Worlds na E3 2016 (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

As melhorias nas construção também se destacam. O jogador conta com menu mais organizado e muito mais opções de criação. Construir uma casa inteira pode demorar apenas alguns segundos, mas também há a opção para acompanhar a construção aos poucos, nos mínimos detalhes, para saber onde vai cada peça.

Lego Worlds  (Foto: Tais Carvalho/TechTudo)Lego Worlds na E3 2016 (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

É claro que, diferentemente de Minecraft, o jogo ainda não é tão populoso. Mas, com o lançamento do multiplayer online, a produtora espera ter pelo menos um aumento de 50% na base de fãs, tudo para motivar quem já está jogando e quem pretende aderir ao mundo virtual das pecinhas de encaixar e brincar.

A sensação de criar mundos com Lego Worlds chega perto do que é feito com o brinquedo real. E esse é um excelente acerto. Na área de testes a própria Warner disponibilizou um gigantesco painel desmontável, simulando um dos mundos do jogo, o que por si só era impressionante. A maquete passa exatamente a ideia do game de suas atualizações: muitos ambientes, muitas possibilidades, liberdade total.

Lego Worlds  (Foto: Tais Carvalho/TechTudo)Lego Worlds na E3 2016 (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

Mas, a partir do que vimos no teste, “liberdade” continua sendo a palavra-chave de LEGO Worlds, e nosso teste mostrou que é possível expandir ainda mais as ideias. Se ele quer competir sempre com Minecraft, que é igualmente constantemente atualizado, é preciso ter esse tipo de novidade de forma mais presente, e não apenas anualmente.

O que vocês esperam da E3 2016? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.