Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

A existência de Gears of War 4 já não é mais surpresa há algum tempo. O game já foi anunciado para Xbox One e chega muito em breve. Porém, pudemos conferir um pouco mais do que vem pela frente na E3 2016, onde vimos um pedaço da campanha cooperativa, que agora suporte somente dois jogadores, e não mais quatro. Leia o teste:

The Legend of Zelda: Breath of the Wild inova sem perder a essência

JD e Kait, a nova dupla

O pedaço do jogo que aproveitamos foi apenas com JD Fênix, o novo protagonista, e sua parceira, Kait. Os dois, cada um controlado por um jogador, precisam invadir mais um dos aterradores cenários do game. Eles estão em busca de novas pistas para lidar com a ameaça mais recente do Enxame, monstros que conseguem ser ainda mais feios e brutais que os Locust ou qualquer outra raça.

Gears of War 4 na conferência da Microsoft na E3 2016 (Foto: Divulgação/Microsoft) (Foto: Gears of War 4 na conferência da Microsoft na E3 2016 (Foto: Divulgação/Microsoft))Gears of War 4 na conferência da Microsoft na E3 2016 (Foto: Divulgação/Microsoft)

Quem já jogou os anteriores não vai sentir tanta diferença na jogabilidade, exceto por uma ou outra pequena alteração ou melhoria de botões nos controles, como o botão de trocar arma e de interagir com os cenários.

Algo notável no título é que os heróis estão menos “bombados” e mais humanos. Mas isso não faz tanta diferença em campo de batalha, apenas no visual. JD e Kait são mais magrinhos e menores do que Marcus ou Dom, mas podem lidar com o Enxame da mesma forma que os heróis do passado lidavam com suas ameaças.

Violento como sempre

Gears of War 4 segue de perto o exemplo de violência visto em outros títulos da saga. Os inimigos foram até variados na demo, como monstros humanóides, que eram realmente humanos transformados em criaturas grotescas, além de criaturas que lembravam cachorros gigantes e alienígenas.

Gears of War 4 muda de forma positiva (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)Gears of War 4 muda de forma positiva (Foto: Felipe Vinha/TechTudo)

Usar as armas com seus projéteis ou com a serra elétrica na ponta ainda faz parte da jogabilidade, que não foi amenizada em nada. Esse é um verdadeiro título da série “Gears”, apesar de ter uma pegada diferente no sentido da história e protagonistas.

As armas ainda dão conta de monstros de todos os tipos e dependem mais da destreza dos personagens do que de algo mais. A cooperação também é bem importante. Mesmo que não exista outro jogador ao seu lado, ao menos um personagem vai sempre acompanhar o principal, controlado pelo computador. Mas quer formar melhor do que jogar multiplayer cooperativo com aliados de mais confiança do que uma inteligência artificial?

Gears of War 4 (Foto: divulgação)Gears of War 4 chega ao Xbox One em breve (Foto: Divulgação)

Como esperado, o quarto capítulo mantém o nível do visual lá no alto. As partes mais escuras da demo talvez tenham ofuscado um pouco do brilho gráfico do game, mas logo ele se revelou nas sequências de tiroteio, destruição e também dos efeitos naturais do tempo que nos acompanhavam.

Por mais que muitos não curtam, Gears of War 4 muda positivamente o rumo da franquia e melhora em aspectos inesperados.

Quais são os melhores jogos da E3 2016? Opine no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.