A atualização gratuita para usuários do Windows 7 e Windows 8.1 para o Windows 10 termina no próximo dia 29 de julho. Depois dessa data, quem quiser fazer o upgrade para o novo sistema sem trocar de computador terá que pagar, pelo menos, R$ 469,99 pela versão Home, que é a mais barata de todas. Se você ainda está em dúvida se vale a pena ou não aproveitar os últimos dias do upgrade, veja, a seguir, dez motivos pelos quais não se deve perder a oferta.
Como desativar as notificações de sistema do Windows 10
Veja 10 razões para atualizar seu pc para Windows 10 (Foto: Luana Marfim/TechTudo)
1. O Windows 10 vai custar caro  Contrariando as expectativas, a Microsoft não vai estender a oferta gratuita do Windows 10 e vai cobrar caro — e muito caro — por uma licença da nova edição do seu sistema operacional. A versão Home do novo sistema, voltado para usuários domésticos, está à venda no site da empresa por R$ 469,99. São elegíveis para o update gratuito para essa versão o Windows 7 Starter, Windows 7 Home Basic e Windows Premium, além do recente Windows 8.1.
Windows 10 custará caro após o fim do update gratuito no dia 29 de julho (Foto: Reprodução/Microsoft)
Já o Windows 10 Pro passará a custar R$ 809,99. Além dos recursos básicos do Windows 10, presentes na versão Home, o sistema oferece também o suporte a domínio personalizado, criptografia avançada, área de trabalho remota e máquinas virtuais. O upgrade gratuito para essa edição é aplicável para o Windows 7 Professional e Ultimate e o Windows 8...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.