Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.

O Super Nintendo, um dos consoles mais icônicos da gigante japonesa Nintendo, completou 25 anos nesta semana. Conheça alguns dos momentos mais marcantes do videogame, desde seu lançamento com o aclamado Super Mario World até os incríveis avanços de games como Donkey Kong Country e Star Fox.

Veja a lista de jogos de Super Nintendo para download no Nintendo 3DS

Lançamento com Super Mario World (1991)

O console seguia uma das tradições da Nintendo desde o Nintendo 8 Bits, um lançamento com um jogo de Mario incluso no console. Super Mario World era uma perfeita evolução da popular fórmula de Super Mario Bros. 3, com novidades como o dinossauro Yoshi e um grande mapa permanente, em vez de dividido por mundos. O game se tornou o mais vendido da plataforma, com mais de 20 milhões de unidades.

25 anos atrás Super Mario World era lançado junto com o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Nintendo Wiki)25 anos atrás Super Mario World era lançado junto com o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Nintendo Wiki)

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

A conversão perfeita de Street Fighter 2 (1992)

Uma das maiores febres nos fliperamas, Street Fighter 2 foi um dos games que fez os jogadores perceberem que precisavam de uma nova geração, pois não era possível convertê-lo ao Nintendo 8 Bits. A conversão do Super Nintendo ficou perfeita e levou o clássico dos fliperamas direto para jogar em casa, o que na época era quase impensável. O principal competidor do Super Nintendo, o Mega Drive, demorou um pouco mais para receber o jogo e exigia um controle extra de 6 botões.

O clássico Street Fighter 2 trouxe o sucesso do fliperama para o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Huffington Post)O clássico Street Fighter 2 trouxe o sucesso do fliperama para o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Huffington Post)

A sensação de Super Mario Kart (1992)

Hoje é comum vermos games de mascotes para todos os lados, principalmente em jogos de corrida, esportes e luta, mas foi o encanador da Nintendo que começou isso tudo, ainda no Super Nintendo. Super Mario Kart foi uma revolução para a época ao apresentar o gênero de corrida sob uma nova ótica, mais voltado para a diversão. Pela primeira vez jogadores tinham um game que não recompensava apenas a habilidade, mas também sorte, estrelado pelos rosto mais amigáveis do console.

Super Mario Kart começou uma febre com jogos de corrida divertidos para o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Nintendo Life)Super Mario Kart começou uma febre com jogos de corrida divertidos para o Super Nintendo (Foto: Reprodução/Nintendo Life)

O tiro de raspão da Super Scope (1992)

Um dos maiores sucessos do Nintendo 8 Bits foi a popular pistola Zapper, que permitia atirar em alvos diretamente na TV. Quando a Nintendo anunciou então a Super Scope, uma espécie de bazuca para o Super Nintendo, houve bastante expectativa sobre ela. O aparelho até fazia o que prometia, mas não tinha tantos jogos que valessem a pena e não caiu no gosto do público. Ele recebeu jogos por um tempo, e um dos mais relevantes era Yoshi’s Safari, de 1993.

A Super Scope não foi tão popular quanto a Zapper, mas teve alguns bons jogos no Super Nintendo, como Yoshis Safari (Foto: Reprodução/YouTube)A Super Scope não foi tão popular quanto a Zapper, mas teve alguns bons jogos no Super Nintendo, como Yoshi's Safari (Foto: Reprodução/YouTube)

Nasce a lenda com The Legend of Zelda: A Link to the Past (1992)

Uma grande série do Nintendo 8 Bits, o formato de The Legend of Zelda até então era variável – o primeiro game tinha visão aérea, enquanto a do segundo era lateral. A franquia começou a estabelecer suas raízes apenas quando The Legend of Zelda: A Link to the Past foi lançado, e essa semente eventualmente daria fruto a um dos jogos mais aclamados de todos os tempos, The Legend of Zelda: Ocarina of Time no Nintendo 64.

The Legend of Zelda: A Link to the Past estabeleceu o formato da franquia no Super Nintendo (Foto: Reprodução/Coop Dojo)The Legend of Zelda: A Link to the Past estabeleceu o formato da franquia no Super Nintendo (Foto: Reprodução/Coop Dojo)

Os gráficos em 3D de Star Fox (1993)

Os gráficos do Super Nintendo eram incríveis quando o console foi lançado, mas, assim como todos os videogames da época, em 2D. Imaginem a surpresa quando Star Fox foi lançado e, com a ajuda do famoso chip Super FX, fez o pequeno console ser capaz de produzir jogos em 3D, ainda que rudimentares. Star Fox era um game primoroso e não apenas exibia o 3D, mas também o utilizava para criar uma nova série de peso para a Nintendo.

Star Fox surpreendeu a todos com gráficos 3D no Super Nintendo graças ao chip Super FX (Foto: Reprodução/Wikipedia)Star Fox surpreendeu a todos com gráficos 3D no Super Nintendo graças ao chip Super FX (Foto: Reprodução/Wikipedia)

Remakes em Super Mario All-Stars (1993)

Em seu segundo ano, o Super Nintendo ganhou um pacote extremamente nostálgico com Super Mario All-Stars. Remakes e remasterizações hoje são comuns, mas este foi o primeiro contato que jogadores da época tiveram com versões refeitas de velhos favoritos. O pacote trazia remakes dos games de Nintendo 8 Bits: Super Mario Bros., Super Mario Bros. 2 (versão dos EUA) e Super Mario Bros. 3, além de Super Mario: The Lost Levels, uma versão mais difícil de Super Mario Bros. que havia sido lançada no Japão como Super Mario Bros. 2.

Super Mario All-Stars deu a oportunidade de jogadores reverem Super Mario Bros. 3 no Super Nintendo (Foto: Reprodução/Significant Bits)Super Mario All-Stars deu a oportunidade de jogadores reverem Super Mario Bros. 3 no Super Nintendo (Foto: Reprodução/Significant Bits)

A violência de Mortal Kombat (1993)

Durante a disputa entre o Super Nintendo e o Mega Drive, a Nintendo tentava combater a imagem de que seus videogames eram muito infantis, e Mortal Kombat surgiu nesse momento. Com a extrema violência para a época, muitos pensaram que o game não seria lançado em uma plataforma Nintendo devido pelo teor e histórico da empresa. Porém, Mortal Kombat chegou ao Super Nintendo com uma boa conversão, apesar de sem sangue, e provou que algo havia mudado na empresa.

Apesar de censurado Mortal Kombat chegou ao Super Nintendo e quebrou paradigmas da Nintendo (Foto: Reprodução/Games Radar)Apesar de censurado Mortal Kombat chegou ao Super Nintendo e quebrou paradigmas da Nintendo (Foto: Reprodução/Games Radar)

A febre de Donkey Kong Country (1994)

O Super Nintendo perdeu espaço para o Mega Drive por um tempo, graças ao agressivo marketing da concorrente Sega, porém um jogo virou a mesa. Donkey Kong Country, com seus incríveis gráficos pré-renderizados (criados em 3D e depois convertidos para 2D), iniciou uma febre sobre o retorno do clássico personagem da Nintendo que levou o Super Nintendo a uma esmagadora vitória. A série também garantiu duas sequências: Donkey Kong Country 2: Diddy’s Kong Quest e Donkey Kong Country 3: Dixie Kong’s Double Trouble.

Com seus belos gráficos pré-renderizados Donkey Kong Country levou o Super Nintendo à vitória sobre o Mega Drive (Foto: Reprodução/Funny Malaysia)Com seus belos gráficos pré-renderizados Donkey Kong Country levou o Super Nintendo à vitória sobre o Mega Drive (Foto: Reprodução/Funny Malaysia)

O contraste de Super Mario World 2: Yoshi’s Island (1995)

Ao mesmo tempo em que a Nintendo abria as portas para Mortal Kombat e os gráficos realistas de Donkey Kong Country, a sequência de Super Mario World levava o Super Nintendo para uma direção completamente diferente. Super Mario World 2: Yoshi’s Island colocava o dinossauro Yoshi como protagonista e contava uma história de quando Mario ainda era um bebê. Com gráficos que lembravam o desenho de uma criança, repleto de cores vibrantes, Yoshi’s Island escondia uma jogabilidade incrivelmente profunda e complexa, o ápice do gênero de plataforma na geração.

Super Mario World 2: Yoshis Island levou a franquia em uma direção diferente no Super Nintendo e atingiu o ápice do gênero plataforma (Foto: Reprodução/Vivaldi Blog)Super Mario World 2: Yoshi's Island levou a franquia em uma direção diferente no Super Nintendo e atingiu o ápice do gênero plataforma (Foto: Reprodução/Vivaldi Blog)

Você ainda joga games retrô nos consoles? Comente no Fórum do TechTudo.

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.