A GoPro confirmou a realização de um recall do drone Karma, lançado em outubro de 2016. O problema, que gerou a ação de recolhimento do aparelho, refere-se ao fornecimento de energia nos quadricópteros, que podem ficar sem energia em pleno voo, aumentando os riscos de acidentes graves e danos.
O TechTudo testou o drone Karma nos Estados Unidos; confira
A fabricante recomenda que proprietários do Karma devolvam seus drones diretamente à marca, ou então aos locais em que foram adquiridos, para receberem o ressarcimento integral pela compra. No momento, a GoPro não oferece aparelhos substitutos: será necessário esperar até que o problema seja corrigido e novos Karma cheguem ao mercado.
Recall do Karma não oferece unidades substitutas aos consumidores; GoPro não tem estimativa de quando colocará o aparelho no mercado novamente (Foto: Anna Kellen Bull/TechTudo)
A inexistência de aparelhos com o problema corrigido para substituir as unidades defeituosas pode ser explicada pela gravidade da situação. Como os riscos de acidentes são altos e potencialmente graves, a GoPro pode não ter tido tempo hábil para corrigir a situação e fabricar novas unidades do Karma.
Aplicativo do TechTudo: receba as melhores dicas e últimas notícias no seu celular A questão é extremamente séria, já que o corte no fornecimento de energia em pleno voo pode significar quedas em áreas residenciais ou e...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.