Gran Turismo Sport é o novo game da franquia de corrida exclusiva para o PS4. O título marca a chegada da série na nova geração de consoles, apostando em elementos que o consagraram para desbancar rivais como Forza e Project Cars. O TechTudo teve a oportunidade de testar o game na GameXP e traz todos os detalhes. Confira:
Correndo atrás de seus rivais Por mais que Gran Turismo seja conhecido como uma franquia pioneira em levar o máximo de realismo possível para dentro de um game, muitos hoje bebem de sua fonte e detêm o "título". Enquanto a rivalidade tinha apenas Forza como concorrente direto, a briga era limitada ao console exclusivo ao qual cada um pertence. Em outras palavras, era mais um confrontro Sony vs Microsoft do que uma briga direta no gênero.
GT Sport na GameXP (Foto: Diego Borges / TechTudo) Com a chegada de Project Cars, ambos os jogos acabaram perdendo esse status de "simulador". Isso porque o game Slightly Mad Studios aposta tão alto no nível de simulação que chega a cair no desgosto de jogadores mais casuais diante de tamanha complexidade no quesito jogabilidade. Largando de trás, GT Sport procura ser a retomada da franquia diante de concorrentes tão à frente. Vale lembrar que o último jogo da série foi lançado ainda na geração passada, no PS3. Enquanto Forza, por exemplo, parte para seu terceiro título só nessa atual geração de videogames. Diante desse cenário, a estratégia da Sony é apostar no que ainda sobrou de diversão em jogos que buscam incansávelmente o nível máximo de realismo. Para isso, a empresa busca colocar seu game na linha que separa um nível mais alto de simulação com um nível de casualidade que muitos jogadores do PS4 ainda possuem.
Gran Turismo Sport (Foto: Divulgação/Poliphony Digital) E isso ficou muito claro em nossos testes. Mesmo com a possibilidade de jogar o game com um volante e pedais (que simulam um carro de corrida de verdade), é possível notar o quanto ainda é divertido se aventurar nessas corridas. Os movimentos de direção do carro são mais suaves e não exigem tanto esforço para mantê-lo na pista. Claro que isso varia de modelo para modelo, uma vez que carros com menos velocidade são mais fáceis de se conduzir em circutios mais travados.
Além desses movimentos variarem de um veículo para o outro, a sensação de velocidade também é notada a partir de cada modelo. Em outras palavras, ficou mais nítida a força da aceleração de acordo com o potencial do carro escolhido, assim como são os veículos da vid...


>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.