Dragon Ball FighterZ está finalmente deixando seu metagame mais evidente para espectadores e jogadores. Com isso, o jogo da Bandai Namco começa a chegar no ponto de ter as descobertas sobre as grandes possibilidades competitivas sendo exploradas.

O norte-americano Derek "Nakkiel" Bruscas foi o primeiro a divulgar, por meio de seu twitter, uma lista de personagens mais relevantes competitivamente para o game. Ela serve como gráfico que apresenta quais lutadores são os mais indicados para torneios e os menos recomendados, além de classificá-los conforme sua utlidade para ataques de assistência.

No topo estão os lutadores mais competitivos, enquanto à direita ficam os melhores suportes de DBFZ segundo Nakkiel (Foto: Reprodução/Twitter)

No topo estão os lutadores mais competitivos, enquanto à direita ficam os melhores suportes de DBFZ segundo Nakkiel (Foto: Reprodução/Twitter)

Aqueles que estão no alto da tabela são chamados de "top tier", os melhores personagens do jogo. Perceba que Gohan adulto, Android 16, Cell e Kid Buu são os mais bem vistos na opinião do atleta para os combates, sendo seguidos da Android 21, o recém-lançado Bardock e os saiyajins Gotenks, Trunks e Vegeta.

Como "middle tier" superiores ficam Gohan jovem, Tenshinhan, Black e as duas versões de Goku. Um pouco abaixo estão Kuririn, Android 18 e Vegeta Super Saiyajin Blue. Por fim, Nappa, Yamcha e Beerus são os "bottom tier", classificação dada aos lutadores menos úteis no cenário competitivo, logo abaixo de

... Hit, Piccolo, Majin Buu, Frieza e o capitão Ginyu.
"Receba a lista com uma enorme 'dose de sal'. Opinião pessoal e imediata, sujeita à mudanças (Foto: Reprodução/Twitter)

"Receba a lista com uma enorme 'dose de sal'. Opinião pessoal e imediata, sujeita à mudanças (Foto: Reprodução/Twitter)

Outro dado importante deste gráfico é a indicação dos melhores suportes do jogo: quanto mais à direita do gráfico, melhor. Fica claro que Vegeta, Kid Buu, Cell e Goku Black levam vantagem na hora de compor o time como assistentes, além da forma deus do mesmo Vegeta, Ginyu e Beerus. O pequeno Krillin é o mais desfavorecido neste quesito.

O gigante Broly está ausente desta lista, possivelmente porque Nakkiel teve poucos embates diante do novo lutador, lançado no fim de março. Ele ainda recomenda receber sua lista com "uma enorme dose de sal", uma gíria adotada para indicar o sentimento de raiva ou frustração dos jogadores diante de jogos de luta.

O time de Nakkiel vem sendo composto por Gohan adulto, Goku e o vilão Kid Buu. O atleta ganhou muito destaque no cenário competitivo através de jogos como BlazBlue e Guilty Gear, mas com a chegada de DBFZ e a recente união do atleta com a equipe de Esports Panda Global, o jovem é um dos poucos profissionais que bate de frente com o número um deste game, o japonês Goichi "Go1" Kishida.

Os lutadores mais escolhidos em torneios de Dragon Ball FighterZ

O elenco de Dragon Ball FighterZ passará dos 30 lutadores neste ano quando todos os DLCs forem lançados (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

O elenco de Dragon Ball FighterZ passará dos 30 lutadores neste ano quando todos os DLCs forem lançados (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

O que mais chama a atenção no cenário competitivo de um game de luta é o seu elenco. Com uma ótima diversidade de estilos, golpes, ataques suportes, velocidade e força de quase 30 lutadores nos primeiros grandes campeonatos de DBFZ, é notada a predominância de cinco personagens na maioria dos trios de jogadores. Confira quais são os mais escolhidos até agora e porquê eles podem figurar na maioria das tier lists de outros profissionais como Go1, Leffen e SonicFox.

Os dados da tabela acima são baseados em times formados dos melhores colocados nos seguintes campeonatos já realizados: o top 16 do Brussels Challenge Round 2 (18/02), o top 32 do Winter Brawl 12 (25/02), o top 32 do Final Round 2018 (18/03), o top 8 do Thaiger Uppercut (25/03), o top 32 do NorCal Regionals (01/04), top 32 do Anime Ascension (01/04) e o top 16 do Brussels Challenge Major (08/04). Mas, quais motivos colocam Vegeta, Cell, Goku Black, Gohan Adulto e Andróide 16 no topo dessa lista? Confira alguns dos motivos.

1º: Vegeta

Vegeta em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Vegeta em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

O príncipe dos saiyajins possui inúmeras qualidades, das quais se destacam o seu poder ofensivo como suporte, um ótimo super move para combos em troca, ataques baixos com bom alcance e a segurança que ele garante aos seus jogadores com golpes especiais eficazes e rápidos. Um dos mais indicados para assumir a 2ª posição do trio.

2º: Cell

Cell em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Namco Bandai)

Cell em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Namco Bandai)

O androide perfeito faz concorrência a Vegeta pelas mesmas qualidades. Com ótimo espaço para atuar como "middle" do time, Cell ainda possui a melhor capacidade para rápidos cross ups, sequências que revezam entre ataques altos e overheads, poderosos combos no canto e um movimento de assistência que cobre boa parte da tela.

3º: Goku Black

Goku Black em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Goku Black em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Vilão criado na recente animação Dragon Ball Super, a versão maligna de Goku é vista atuando na 2ª ou 3ª posição dos times pois serve tanto como um bom suporte para combos, como um poderoso lutador final. Seu super move de três barras é indispensável nas combinações aéreas e pode punir bem à distância. Destaque para o seu launcher (baixo + botão de ataque forte) como contra-ataque e início de combo diante dos Dragon Rushes do oponente.

4º: Gohan Adulto

Gohan em sua forma adulta em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Gohan em sua forma adulta em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

O filho mais velho de Goku é a melhor indicação para iniciar os combates e acumular níveis de poder para o time. Gohan não depende tanto de barras de poder para estender seus combos complexos no canto da tela, possui um leque de ataques e recursos defensivos equilibrado e por isso, está frequente na maioria dos times de atletas profissionais. Seu super move para liberar mais poder ainda é útil para finalizar sequências ou iniciar trocas entre lutadores.

5º: Andróide 16

Android 16 em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Android 16 em Dragon Ball FighterZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

O número 16 ficou bem conhecido em seu gameplay graças as excelentes atuações de Dominique "SonicFox" McLean no período beta de DBFZ. Seu verdadeiro intuito nos melhores times é causar o maior dano possível como grappler e seu especial de nível 3 é assustador nisso. Ótima opção como âncora do time, Android 16 pode criar reviravoltas em combate como ninguém.

Bardock, pai de Goku, surgiu como lutador DLC e promete ser uma nova ameaça aos desavisados nos torneios de DBFZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Bardock, pai de Goku, surgiu como lutador DLC e promete ser uma nova ameaça aos desavisados nos torneios de DBFZ (Foto: Reprodução/Bandai Namco)

Outras opções: o protagonista Goku é um dos mais indicados para todos os perfis de jogadores, graças a sua versatilidade de funções e ataques; Trunks tem se mostrado um poderoso suporte nos combates e um mestre de contra-ataques com seu launcher; Kid Buu e Android 21 são bons na disputa de projéteis, movimentação, longos combos e ataques de whiff punish; a Andróide 18 atua com função semelhante à de Gohan Adulto no time, mas seus golpes especiais com seu irmão gêmeo garantem uma aproximação diferenciada ao adversário do que o filho de Goku propõe. Fique de olho ainda em Bardock: o multi-campeão GO1 vem fazendo bom uso desse lutador adicional.

Dragon Ball FighterZ possui diversos campeonatos no decorrer do ano e figura como destaque da EVO 2018, o maior campeonato do mundo de jogos de luta. Fique atento às novidades do game e o desempenho dos atletas dedicados ao game, aqui no TechTudo.

Via Twitter e Eventhubs



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.