Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A Kingston lançou na última sexta-feira (4) a A1000, uma linha de SSDs que promete o dobro de velocidade dos discos de estado sólido padrão SATA. Os modelos fazem parte do primeiro conjunto de entrada da fabricante com padrão PCIe para transmissão de dados e protocolo NVMe. Os novos cards de memória podem ser instalados tanto em notebooks, quanto em desktops.

Os dispositivos já estão à venda no Brasil em versões de 240 GB, 480 GB e 960 GB, com preço de R$ 637, R$ 1.158 e R$ 2.159, respectivamente. De acordo com a fabricante, os SSDs têm capacidade de melhorar o desempenho de computadores em comparação ao tradicional HD e podem ser usados para dar sobrevida a sistemas antigos, operando 20 vezes mais rápido do que um HD.

Linha A1000 já está à venda no Brasil com opções de 240 GB, 480 GB e 960 GB (Foto: Divulgação/Kingston)Linha A1000 já está à venda no Brasil com opções de 240 GB, 480 GB e 960 GB (Foto: Divulgação/Kingston)

Linha A1000 já está à venda no Brasil com opções de 240 GB, 480 GB e 960 GB (Foto: Divulgação/Kingston)

As velocidades de leitura e gravação dos modelos são de até 1500 MB/s e 1000 MB/s. No caso de gravação, a especificação é reduzida nos modelos de 240 GB e 480 GB para 800 MB/s e 900 MB/s, respectivamente. A linha A1000 também é compatível com leitura 4K, que pode atingir até 120.000/100.000 IOPS (Input/Output por segundo).

Para conseguir boa capacidade de resposta e latência baixa, os SSDs ainda trabalham com interface Gen 3.0 x2 e tecnologia flash 3D NAND. O formato M.2 2280 tem dimensões de 80 mm x 22 mm x 3,5 mm e peso de 6,4 g, 7 g e 7,6 g, de acordo com a capacidade de armazenamento.

SSD A1000 conta com padrão PCIe e protocolo NVMe (Foto: Divulgação/Kingston)SSD A1000 conta com padrão PCIe e protocolo NVMe (Foto: Divulgação/Kingston)

SSD A1000 conta com padrão PCIe e protocolo NVMe (Foto: Divulgação/Kingston)

Na embalagem, além do SSD, o A1000 oferece um software para clonagem do disco rígido, a fim de facilitar a instalação completa. A Kingston também promete expectativa de vida de 1 milhão de horas para o disco e garantia de cinco anos direto com a fabricante, além de suporte técnico local.

Vale a pena trocar HD rígido por SSD? Saiba no Fórum do TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.