Não está com tempo de ler? Ouça este conteúdo.
email facebook googleplus pinterest twitter whatsapp

A equipe de CS:GO da NTC venceu, nesta quarta-feira (9), a FURIA, por três mapas a dois, na grande final da qualificatória sulamericana para a ESL One: Belo Horizonte. Com o resultado, o time de Lincoln "fnx" Lau e companhia garantiu a última a última vaga para o torneio, que acontecerá no estádio do Mineirinho, e contará com US$ 250 mil, cerca de R$ 900 mil, em premiações.

Por ter se classificado para a final por meio da chave dos vencedores, a FURIA começou com um mapa de vantagem nas séries da noite. A NTC, que conta em sua line up com Lincoln "fnx" Lau, Vito "kNg" Giuseppe, João "felps" Vasconcellos, Marcelo "chelo" Cespedes e Bruno "bit" Lima não se intimidou e abriu grande vantagem ainda na primeira metade do mapa de início Train: 12 rounds a três.

A FURIA, de Kaike "kscerato" Cerato, Vinicius "VINI" Figueiredo, Yuri "yuurih" Santos, Guilherme "spacca" Spacca e Andrei "arT" Piovezan, entretanto, não estava disposta a desistir tão fácil de sua vantagem. Em uma tentativa de reação heróica, conquistou sete rounds com a virada para o lado terrorista. Os esforços não foram suficientes e, com apenas quatro rounds na segunda metade, a NTC, contando com grande atuação de kNg, venceu por 16x10.

O segundo mapa da noite serviu para coroar o bom momento das duas equipes. O que em um primeiro momento, a exemplo da Train, parecia ser uma partida fácil para a FURIA, que abriu 13 rounds a dois do lado terrorista, acabou se revelando mais difícil do que se pensava.

Mais uma vez, liderados por eliminações de alto impacto de kNg e contribuições excepcionais de chelo, a NTC buscou o jogo. Ao virar para o lado terrorista, a equipe de fnx perdeu apenas um dos 11 rounds possíveis, deixando o jogo próximo de um empate: 14x13. A FURIA, ao contar com a boa mira e a noite inspirada de kscerato, encontrou forças para vencer: 16x13.

Alucinante

Com a vitória na Cache, a FURIA passou a depender de apenas mais um mapa para se garantir como campeã dos qualificatórios fechados e carimbar o passaporte para a ESL One: Belo Horizonte. Em um primeiro momento, a sensação foi de que o time se acomodou: após perder o pistol, a vencedora da chave dos vencedores não conseguiu encaixar o jogo e viu uma NTC em sinergia abrir sete rounds a zero.

Após uma pausa técnica, a equipe recuperou suas forças e conseguiu se manter viva na primeira metade, cravando o marcador em 10x5. Pelo lado da NTC, kNg confirmava sua noite inspiradíssima liderando, mais uma vez, o placar com 18 eliminações e sete mortes, embalou a equipe para buscar o empate na série.

A FURIA, entretanto, era outra pelo lado terrorista. Com boas entradas e maturidade em situações de pressão ou clutch, o time reagiu ao vencer o round de pistolas e os econômicos: 10x8. A NTC, por sua vez, garantiu o primeiro armado, no que parecia a arrancada final para a vitória no mapa. O que se presenciou, a partir deste momento, foi uma troca frenética de rounds que só terminou quando a NTC conquistou o décimo quarto round, contra 11 de seus insistentes adversários.

Chelo foi destaque em round "salvador" da NTC, na Nuke (Foto: Reprodução/Facebook chelo)Chelo foi destaque em round "salvador" da NTC, na Nuke (Foto: Reprodução/Facebook chelo)

Chelo foi destaque em round "salvador" da NTC, na Nuke (Foto: Reprodução/Facebook chelo)

A FURIA mostrou mais uma vez seu potencial de se comportar em situações adversas. Venceu os três rounds seguintes, com boas atuações coletivas, e empatou a Nuke em 14x14, forçando a NTC para um round forçado com apenas CZs. Mais uma vez, a NTC justificou o nome de sua equipe ao vencer, miraculosamente, o décimo quinto round, com boas eliminações de chelo. A pressão então retornou para o lado da FURIA, que não conseguiu superá-la e cedeu a vitória da partida pelo placar mínimo sem prorrogações: 16x14.

Não teve como

O confronto final teve como palco o mapa Overpass. Iniciando o mapa do lado Contra Terrorista, a NTC garantiu o round de pistolas com uma eliminação tripla de kNg, vencendo também os dois rounds econômicos e abrindo 3x0 no placar. A partir disso, o que se viu foi um espelho da série: equilibrio e destaques individuais, por parte de kNg e chelo pela NTC, respondidos por kscerato e yuurih da FURIA. A primeira metade tendeu minimamente para a NTC, que virou de lado com apenas um round na frente: 8x7.

Mais uma vez, a NTC garantiu o round de pistolas, desta vez pelo lado terrorista, repetindo a atuação do lado CT e conquistando os dois rounds subsequentes: 11x7. A FURIA, entretanto, cumpriu seu dever de casa ao vencer o primeiro round armado e mais três rounds para alcançar o empate contra a equipe de fnx e companhia: 11x11. Foi dado início a reta final para o último lugar ao palco da ESL One: Belo Horizonte.

Com o alto nível de Counter-Strike apresentado por NTC e FURIA, ambas mostraram que seriam excelentes representantes do continente na competição premiere. A NTC se viu mais próxima do acesso ao retomar a dianteira, que não durou muito tempo após novo empate da FURIA: 12x12. Foi então a vez de fnx estar em uma situação que, para o rei dos clutchs, chega a ser confortável: para dar fim a troca de rounds, o tricampeão mundial, em um x1, apareceu no último segundo contra um inimigo que defusava a bomba e garantiu a eliminação. Aumentando a moral de sua equipe, o jogador e sua line up venceram os últimos três rounds e garantiram o título das qualificatórias fechadas da ESL One: Belo Horizonte, além da vaga no evento.

Fnx, chelo, bit, kng e felps se juntarão a SK Gaming, FaZe Clan, Team Liquid, mousesports, Space Soldiers, BIG e Torqued a partir do dia 15 de maio, para disputar o título e os US$ 250 mil de premiação. Para vencer, a Não Tem Como deverá demonstrar mais uma vez seu valor, desta vez contra equipes já consolidadas do cenário mundial.

Confira as pontuações agregadas de todos os jogadores na série

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.