Por Filipe Garrett, para o TechTudo

05/03/2019 08h00 Atualizado 2019-03-05T11:00:44.059Z


A GeForce GTX 1660 Ti é a nova placa de vídeo da Nvidia, que adaptou a arquitetura Turing das GPUs mais poderosas em um produto que disputa espaço no mercado intermediário. Sem Ray Tracing e outros recursos avançados da linha GTX, o modelo é voltado para gamers que precisam de uma placa de vídeo para jogar em Full HD e que garanta configurações no máximo, além de bom desempenho.

A seguir, conheça em detalhes as especificações da GeForce GTX 1660 Ti, que já está disponível no Brasil por preços a partir de R$ 1.590.

Quer comprar celular, TV e outros produtos com desconto? Conheça o Compare TechTudo

Ficha técnica da GeForce GTX 1660 Ti:

  • GPU: TU116
  • Arquitetura: Turing
  • Núcleos CUDA: 1.536
  • Velocidade: 1.500 a 1.770 MHz
  • Memória RAM: 6 GB de GDDR6
  • Velocidade de memória: 12 Gb/s
  • Ray tracing: sem suporte
  • Interface: 192 bits
  • TDP: 120 watts
  • Interfaces: 3x DisplayPort, 1x HDMI, 1x DVI
  • Preço: a partir de R$ 1.590

Especificações

O processador gráfico usado pela Nvidia na GTX 1660 Ti concentra um total de 1.536 núcleos CUDA, que chegam a velocidades de 1.500 MHz e podem acelerar a 1.770 MHz via turbo. O aspecto técnico mais interessante da GPU é a nova arquitetura Turing, a mesma responsável pelas placas de vídeo mais poderosas atualmente nas linhas RTX da Nvidia. A diferença essencial é que a GTX 1660 Ti não possui os núcleos de Ray Tracing e o chamado DLSS, que usa inteligência artificial para melhorar a qualidade gráfica dos jogos.

Com relação à memória, o produto soma 6 GB de GDDR6. Essa memória funciona a uma velocidade de 12 Gb/s (gigabits por segundo) e se comunica com o processador gráfico por uma banda de 192 bits. A performance computacional bruta da placa da Nvidia fica em 5,5 teraflops.

Desempenho

A GTX 1660 Ti tem tudo para confundir o consumidor: o nome a aproxima da geração anterior das placas da Nvidia, embora a arquitetura interna do processador gráfico seja a mesma das placas RTX mais recentes. Isso explica porque, por exemplo, a placa tem performance 1,5 vezes superior à da GTX 1060 e é destinada a quem precisa de uma GPU para jogar em Full HD.

O site GamerNexus produziu uma bateria de testes que mostram a GTX 1660 Ti rodando Apex Legends a uma média de 92,1 FPS, usando resolução Full HD e configurações no máximo. A Radeon RX 590, placa da AMD que era a antiga campeã no entre os modelos para 1080p, ficou um pouco atrás, com 89,3 quadros por segundo. Já no F1 2018, a placa ficou com 104 FPS de média, valor que é sensivelmente superior aos 80 FPS atingidos pela rival RX.

Outros testes, conduzidos pelo PC World, colocaram a placa em vantagem em Shadow of the Tomb Raider, com 83 FPS em Full HD e configurações no máximo. O valor se aproxima da GTX 1070, que alcançou 74 FPS nas mesmas condições. A melhor Radeon RX 590 somou 65 frames por segundo, estabelecendo uma diferença inferior a 10 FPS que se repete nos outros testes da publicação.

Esses comparativos mostram que a Nvidia criou uma placa ideal para um perfil muito comum de usuário gamer: aquele com monitor Full HD e orçamento mais restrito, mas que está interessado em manter o sistema em dia com hardware de qualidade e preços mais acessíveis do que os praticados na linha RTX ou nas Radeon Vega.

Consumo

...

De acordo com a Nvidia, a GTX 1660 Ti tem uma TDP de 120 watts, valor abaixo da dissipação térmica das RTX e igual ao da GTX 1060. Esse número, medido em watts, dá uma ideia da quantidade de energia que a placa libera na forma de calor durante uso em situação de máxima performance. Um valor mais alto de dissipação pode ser indicativo de consumo maior, mas também de superaquecimento e da necessidade de soluções de refrigeração mais robustas. Em termos de consumo, a Nvidia recomenda que o usuário instale a placa em máquinas equipadas com fontes de no mínimo 450 watts de potencia.

Recursos

Assim como outras placas GTX e RTX da Nvidia, 1660 Ti tem compatibilidade com as ferramentas do GeForce Experience. Por exemplo Ansel permite capturar imagens dentro dos games e o Nvidia Highlights gera pequenos clipes de vídeos direto dos jogos. Além disso, a placa pode ser encontrada em formato mini-ITX, para gabinetes menores, ou no tamanho padrão para quem tem mais espaço. Ela conta com três portas DisplayPort, uma HDMI e uma DVI em qualquer tamanho.

Preço e disponibilidade

A GTX 1660 Ti teve lançamento no Brasil junto ao mercado internacional, algo raro para placas de vídeo. Por aqui, a GPU já aparece no varejo, mas os valores ficaram altos em relação às concorrentes. Com preços na faixa dos R$ 1.590, a placa da Nvidia acaba mais cara do que a Radeon RX 590, sua grande rival da AMD, que custa R$ 1.440. O valor também fica longe de outras opções da própria Nvidia: a GTX 1050 Ti, por exemplo, apesar do hardware inferior, também encara jogos em Full HD e custa R$ 780. Já a GTX 1060, superior à 1050 Ti, pode ser encontrada a R$ 1.215.

Via PC World, GamerNexus



>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.