Se você curte tecnologia ou é fã de histórias de ficção científica (ou os dois) com certeza já está familiarizado com o conceito de lasers. Porém, como funciona esta tecnologia, de onde surgiu e quais as suas aplicações atualmente? Neste artigo, o TechTudo responderá a essas e outras perguntas. Vamos lá?
Fã dos Vingadores cria luva do Homem de Ferro com laser 'destruidor' O significado da palavra laser
Lasers são largamente usados hoje em dia (Foto: Flickr/Creative Commons)
A palavra laser é, na verdade, uma sigla para Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation, que em português significa Amplificação da Luz por Emissão Estimulada de Radiação. Isso explica muito bem o que faz um laser. Ele nada mais é do que um dispositivo que emite radiação eletromagnética e, por meio disso, gera uma ação em cascata nas partículas de luz, os chamados fótons. Devido a essa estimulação, os fótons passam a se comportar da mesma maneira e se propagam em uma mesma direção. Para ser considerado um laser, o dispositivo precisa emitir luz visível que obedeça aos seguintes critérios: o feixe de luz deve ser estreito, altamente concentrado, monocromático e bastante intenso. O nome técnico para isso é feixe coerente, pois as partículas de luz adotam o mesmo comportamento e direção. O surgimento do laser O primeiro laser foi produzido no ano de 1960 por Theodore Harold Maiman. Ele desenvolveu um laser de três níveis que produzia luz pulsada, porém com frequência na ordem dos milissegundos. Por isso, o ser humano e...

>>> Veja o artigo completo no TechTudo

Sobre Gerência Imóveis

Única plataforma que conecta o proprietário à imobiliária e/ou corretor de imóveis com o foco em potencializar as vendas e torná-las mais seguras maximizando o tempo do corretor.